Notícias | Dia a dia
Após título, Kvitova abre mão de atuar em Eastbourne
26/06/2017 às 17h50

Tcheca vai tratar de lesão abdominal na semana anterior a Wimbledon

Foto: Divulgação

Eastbourne (Inglaterra) - Um dia depois da conquista do WTA Premier de Birmingham, Petra Kvitova abriu mão da disputa de Eastbourne que acontece nesta semana. Depois de ter feito cinco jogos na semana passada, a tcheca trata de uma lesão abdominal até Wimbledon que começa na próxima segunda-feira.

Apesar do incômodo, a canhota de 27 anos reitera que não irá alterar sua preparação para o Grand Slam britânico. "Eu tive que desistir de Eastbourne por causa da minha lesão abdominal, mas de qualquer forma, vou fazer tudo da mesma forma", disse Kvitova ao site da WTA.

"Eu tenho uma casa na Wimbledon Village. Para mim, Wimbledon é um lugar especial. Vou tentar me sentir sempre confiante e tentar aproveitar o momento. Estou gostando do tênis ainda mais do que antes", comentou a tcheca que cede a vaga em Eastbourne à búlgara Tsvetana Pironkova, que entra como lucky loser.

A tcheca, que subiu do 16º para o 12º lugar no ranking com título em Birmingham, não escondeu a felicidade pelo feito. Afinal, este foi apenas o segundo torneio que ela disputou na temporada, depois de ficar seis meses se recuperando de graves ferimentos na mão esquerda sofridos durante um assalto em sua casa em dezembro.

"O que eu senti foi felicidade. Foi um pouco surreal, então fiquei surpresa. Ninguém esperava por isso e eu também não. Eu realmente não esperava que chegaria na final, mas uma vez que estava lá, pensei: "Ok, estou bem perto", e é por isso que também fiquei um pouco nervosa. Ainda assim, fico feliz por poder lidar com isso na partida".

Kvitova também agradeceu à solidariedade de suas colegas do circuito. "Recebi muitas e ótimas mensagens das jogadoras e de pessoas próximas. Tive tantos textos no meu telefone também. As jogadoras me diziam: 'Parabéns!', e 'É bom ver você de volta'. Estou um pouco surpresa porque o tênis é um esporte individual, mas elas não são apenas minhas adversárias, eles também são minhas colegas e uma família".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis