Notícias | Dia a dia
Federer amarga eliminação rara em sua carreira
14/06/2017 às 14h35

Federer não perdia uma estreia na grama desde 2002

Foto: Divulgação

Stuttgart (Alemanha) - Segundo jogador da Era Aberta com mais vitórias na grama e sétimo em aproveitamento, o suíço Roger Federer amargou uma eliminação rara em sua carreira nesta quarta-feira, quando foi superado pelo alemão Tommy Haas, atual 302 do mundo, em sua estreia no ATP 250 de Stuttgart, por 2/6, 7/6 (10-8) e 6/4.

Foi a primeira vez que Federer perdeu logo em sua estreia em um torneio na grama desde 2002, quando foi superado pelo croata Mario Ancic na primeira rodada em Wimbledon. Esta também foi apenas a segunda derrota do suíço na carreira contra rivais fora do top 300 em 17 jogos. 

Apesar dos três grandes títulos conquistados em 2017, Australian Open e Masters 1000 de Indian Wells e Miami, Federer não tem se dado bem contra rivais de ranking baixo. Ele perdeu duas das cinco partidas que fez contra adversários fora do top 100, sendo que venceu os 16 duelos contra os top 100. 

Haas foi o jogador de menor ranking a derrotar Federer desde 1999, quando o suíço foi superado pelo então 409 do mundo Bjorn Phau na primeira rodada de Washington. Na época, o tenista da Basileia era apenas o 104º do mundo. 

O alemão também se tornou apenas o terceiro a superar Federer mais de uma vez na grama, se juntando ao australiano Lleyton Hewitt e ao sérvio Novak Djokovic. Ele também se tornou o mais velho a bater um top 5 desde Jimmy Connors, com 39 anos e 5 meses, que superou o então número 3 Michael Stich na segunda rodada de Memphis em 1992. 

Ao alcançar as quartas de final em Stuttgart, o germânico encerra um jejum sem conseguir ir tão longe em um evento. A última vez que ele foi às quartas foi em 2014, em Roma, se tornando no mais velho a alcançar tal rodada desde 1995, ano no qual Connors foi quadrifinalista em Halle, já com seus 42 anos.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis