Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Wawrinka tem bom início e encara Dolgopolov
30/05/2017 às 10h01

Wawrinka fez campanhas ruins nos Masters do saibro, mas vem do título em Genebra

Foto: Site oficial

Paris (França) - Depois de uma temporada apagada no saibro europeu, o suíço Stan Wawrinka retorna ao torneio que lhe deu um de seus mais importantes e inesperados títulos. E com isso parece ter recuperado seu jogo, despachando com autoridade o eslovaco Jozef Kovalik, saído do qualificatório, com parciais de 6/2, 7/6 (8-6) e 6/3.

Na segunda rodada, o campeão de 2015 pode ter um desafio bem maior, já que terá de enfrentar o talentoso Alexandr Dolgopolov, depois que o ucraniano despachou em grande estilo o veterano argentino Carlos Berlocq, com placar de 7/5, 6/3 e 6/4. Os dois não se enfrentam desde 2014 e Dolgopolov leva vantagem de 2 a 1 no histórico dos confrontos, sendo as duas vitórias sobre o saibro.

Wawrinka chegou em Roland Garros com apenas seis vitórias nas nove partidas feitas na temporada europeia de saibro, mas ao menos conquistou o ATP 250 de Genebra três dias atrás e amenizou as quedas na terceira rodada de Monte Carloma e Roma e na estreia de Madri. Ao longo de 2017, seus números também não são animadores, com 21 vitórias em 29 possíveis.

Na partida desta terça-feira, o suíço fez um primeiro set tranquilo, com duas quebras e apenas um game de serviço mais duro, porém o eslovaco ficou mais consistente daí em diante e deu trabalho. Fez 2/0 no segundo set antes de permitir empate, salvou três break-points no sétimo game e chegou a ter três set-points quando abriu 6-3 no tiebreak.

Faltou experiência. Wawrinka levou outro susto no game inicial do terceiro set, tendo de salvar quatro break-points e novamente teve dificuldade no serviço seguinte, mas aos poucos achou o melhor ritmo, quebrou no sexto game e não deixou escapar a oportunidade de concluir a partida. Terminou com 38 winners, mas 31 erros, com 23 subidas à rede e 18 pontos feitos.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series