Notícias | Dia a dia
Pouille pega britânico embalado na final de Budapeste
29/04/2017 às 14h58

Pouille tenta levantar sua segunda taça na ATP

Foto: Divulgação

Budapeste (Hungria) - O francês Lucas Pouille fez o que se esperava dele quando começou o ATP 250 de Budapeste, mostrou que o posto de cabeça de chave número 1 no torneio não foi à toa e garantiu vaga na decisão ao superar o italiano Paolo Lorenzi, sexto mais bem cotado, na semifinal deste sábado, marcando parciais de 6/2 e 7/5.

Pela primeira vez disputando um evento como principal favorito, Pouille vai desafiar na final o embalado britânico Aljaz Bedene, que veio do quali e venceu os últimos 16 jogos que disputou. O mais recente deles na semifinal contra o sérvio Laslo Djere, outro que saiu do classificatório, triunfando em sets diretos e placar final de 6/2 e 6/4. 

Atual 68 do mundo, Bedene faturou os dois últimos torneios que disputou, ambos em nível challenger. Ele levantou primeiro a taça em Sophia Antipolis, na França, e depois sagrou-se campeão em Barletta, na Itália. Depois de vencer 10 jogos seguidos nestes eventos, ele anotou mais seis vitórias em Budapeste, duas no quali e quatro na chave principal.

Embora venha em ótima fase, o britânico terá contra si o retrospecto negativo ante Pouille, que levou a melhor na única vez que se enfrentaram no circuito, neste ano, no piso sintético e coberto de Marselha. 

Campeão em Metz, na temporada passada, Pouille busca seu segundo título na carreira, o primeiro no saibro. Esta será sua quarta final da carreira e a segunda na terra batida, já que foi vice em Bucareste, em 2016. Por sua vez, Bedene persegue uma conquista inédita e vai para sua segunda decisão, tendo ficado com o vice de Chennai em 2015.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis