Notícias | Dia a dia
Aos 39 anos, Haas obtém vitória histórica nos EUA
11/04/2017 às 00h56

Haas havia perdido nas estreias de Melbourne, Delray e Miami

Foto: Arquivo

Houston (EUA) - Naquela que deve ser sua última temporada como profissional, o alemão Tommy Haas obteve um feito na noite desta segunda-feira no saibro de Houston. Aos 39 anos, ele se tornou o tenista de maior idade a conquistar uma vitória em torneios de nível ATP desde 1995, ao derrotar o garoto norte-americano Reilly Opelka, quase 20 anos mais jovem, com as duras parciais de 7/6 (7-5), 4/6 e 6/3.

O recorde permanece com o norte-americano Jimmy Connors, que atingiu as quartas de final de Halle aos 42 anos. A partida também marcou a maior diferença de idade entre dois tenistas desde que Connors, então com 38, perdeu para Michael Chang, de 19, em Roland Garros de 1991.

Haas, que disputa seu quarto torneio da temporada graças ao sistema de 'ranking protegido, ocupa no momento apenas a 826ª posição do ranking. Ele não vencia uma partida de simples desde Wimbledon de 2015. O alemão já foi campeão de Houston, em 2004, quando bateu Andy Roddick na final. A última vez que chegou nas quartas do torneio foi em 2009. Semanas atrás, ele operou como diretor de Indian Wells.

Seu adversário na segunda rodada será o cabeça 1 da semana, o norte-americano Jack Sock, que entra diretamente na segunda rodada. Sock estava na Austrália até domingo para a disputar das quartas de final da Copa Davis.

Em outro jogo da rodada, o atual campeão Juan Monaco sequer passou da estreia e foi batido pelo alemão Dustin Brown, por 7/6 (9-7) e 6/3. Outro argentino, Nicolas Kicker, se favoreceu do abandono do norte-americano Noah Rubin, quando já vencia por 5/3. Ele aguarda quem ganhar do duelo entre Kevin Anderson e Fernando Verdasco.

Dos três brasileiros na chave de simples, apenas Rogério Silva estreará nesta terça-feira. Campeão do challenger do Panamá no sábado, ele enfrenta às 14 horas de Brasília o canhoto argentino Horacio Zeballos. Vindos da Copa Davis, Thomaz Bellucci e Thiago Monteiro têm o direito de jogar apenas na quarta-feira.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis