Notícias | Dia a dia
Roddick não vê problema em convite para Sharapova
07/03/2017 às 09h35

Roddick entende Roland Garros não convidar Sharapova

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Nesta última segunda-feira, o norte-americano Andy Roddick participou do 'Dia mundial do tênis', evento de exibição no Madison Square Garden junto com diversas estrelas do esporte. Já aposentado do circuito, o ex-número 1 do mundo falou sobre outro grande nome: a russa Maria Sharapova.

Roddick não vê problema em convites para Sharapova, que foi suspensa por doping, vem cumprindo pena de 15 meses, não joga há mais de um ano e por isso está sem ranking. Os torneios de Sttuttgart, Madri e Roma não viram problema no que aconteceu e convidaram a russa, mas Roland Garros indicou que não fará o mesmo

"São duas coisas diferentes, a questão moral e a questão dos negócios. Se você tem um evento menor que vai se beneficiar com a presença de Maria, não vejo problema algum dá-la um convite. Os Grand Slam são diferentes, eles possuem um tamanho bem maior, pois há muito interesse neles", analisou o norte-americano.

"Se a Federação Francesa não quer dar para ela um convite é uma escolha deles. O maior nível de interesse também traz um maior nível de responsabilidade. Mas seria ingênuo dizer que a situação não diferente dos torneios menores, que podem se beneficiar com a presença de Sharapova", observou Roddick. 

Outro que participou da festa do tênis em Nova York, o australiano Nick Kyrgios, também deu sua opinião sobre o assunto e foi mais enfático. "Sou contra qualquer tipo de coisa que cause um ganho de desempenho, absolutamente contra. Não vou ser eu quem vai dizer o que fazer, mas não vejo sentido algum ajudar pessoas que trapacearam", disse.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis