Notícias | Beach Tennis
Demo vence e Brasil Open pode ter final nacional
03/03/2017 às 18h41

Demoliner e Daniell podem encarar Sá e Rogerinho na final

Foto: DGW Comunicação

São Paulo (SP) - Na única partida de duplas desta sexta-feira do Brasil Open, o gaúcho Marcelo Demoliner e o neozelandês Marcus Daniell mostraram por que são os cabeças de chave número 4 e não deram chances ao peruano Sergio Galdos e ao chileno Hans Podlipnik-Castillo e venceram em sets diretos, com parciais de 6/3 e 6/2. 

Classificados para as semifinais, Demoliner e Daniel mantêm vivas as chances de uma final entre brasileiros no saibro do Clube Pinheiros. Eles estão no lado de baixo da chave e buscam uma vaga na decisão contra os argentinos Facundo Bagnis e Guillermo Duran. Na outra semi, o mineiro André Sá e o paulista Rogério Silva encaram os italianos Fabio Fognini e Simone Bolelli.

"Tomara que a gente tenha uma final entre três brasileiros, seria muito legal para o público e para o torneio", comentou Demoliner, que sabe ter um jogo duro pela frente na semi. "É sempre complicado enfrentar dois argentinos, eles gostam muito de saibro, jogam muito bem do fundo de quadre a vamos ter que estar esperto junto à rede. Precisamos estar atentos como hoje, aproveitando a energia da torcida", disse. 

Demoliner e Daniell fecharam todas as postas que os rivais abriram, salvando os quatro break-points que enfrentaram. Já o peruano e o chileno cederam cinco oportunidades de quebras para o gaúcho e o neozelandês, que aproveitaram três.

O gaúcho festejou o bom desempenho de Daniell e a total recuperação física, garantindo não ter mais sinais da lesão na coxa. "Estou 200%, minha confiança na perna está total, isso é coisa do passado. Meu parceiro jogou de maneira incrível hoje, conseguiu reverter a maneira como jogou a primeira partida. Isso trouxe mais confiança para nossa partida e foi bastante importante", finalizou Demoliner.

Comentários