Notícias | Dia a dia
Murray: 'Eu nunca joguei um tiebreak tão longo'
02/03/2017 às 18h50

Murray jogou um tiebreak de 38 pontos

Foto: Divulgação

Dubai (Emirados Árabes) - Depois de anotar sua segunda vitória no ATP 500 de Dubai, desta vez sobre o alemão Philipp Kohlschreiber, o britânico Andy Murray não conseguiu escapar de falar sobre o enorme tiebreak que os dois disputaram no segundo set, no qual o número 1 do mundo salvou sete match-points para se manter vivo na competição.

"Eu nunca joguei um tiebreak tão longo na minha vida e provavelmente nunca mais vou jogar um assim de novo. Olha que venho jogando há 11 ou 12 anos e nada foi parecido", observou o escocês, que fechou o segundo set com 20-18 no desempate e depois deslanchou no terceiro, cedendo apenas um game ao rival germânico. 

"Disputamos alguns pontos inacreditáveis no segundo tiebreak e ambos desperdiçamos alguns golpes. Mas no geral o nível foi bastante alto", analisou Murray, que enfrentará Lucas Pouille nas quartas de final. O francês acabou com a festa do russo Evgeny Donskoy, algoz do suíço Roger Federer, e triunfou com parciais de 6/4, 5/7 e 7/6 (7-2).

Apesar da derrota e das chances perdidas contra Murray, Kohlschreiber não saiu por baixo e preferiu ver o lado positivo no duelo desta quinta. "Perder é sempre decepcionante, mas não estou triste. Joguei um grande tênis e fiz uma das minhas melhores partidas. Os dois mostraram o melhor tênis que possuem", falou o alemão.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva