Notícias | Dia a dia | Rio Open
Apesar do vice, Carreño sai satisfeito do Rio Open
26/02/2017 às 21h19

Carreño ocupará seu melhor ranking na próxima segunda-feira

Foto: Fotojump

Rio de Janeiro (RJ) - Não deu para o espanhol Pablo Carreño conquistar a dobradinha neste Rio Open. Campeão de duplas, ele acabou ficando com o vice em simples, derrotado pelo austríaco Dominic Thiem na final deste domingo em sets diretos. Apesar de ter terminado o torneio com resultado negativo, ele fez um balanço bem positivo do que apresentou.

"Obviamente tenho que estar feliz com o que aconteceu nesta semana, fazer final em simples e ganhar duplas", disse o espanhol, que acredita estar em sua melhor fase. "Sinto que estou no melhor momento da carreira, tanto tenisticamente quanto mentalmente. Mesmo assim faltam coisas para melhorar" disse. 

Carreño ocupará o melhor ranking da carreira na próxima segunda-feira, aparecendo na 23ª colocação. "Dá para ver que tenho nível para competir com estes jogadores. Dominic é muito bom e vai estar por aí no circuito nos próximos anos", observou o espanhol, que na próxima semana jogará o Brasil Open em são Paulo.

"No ano passado fui bem (aqui no Brasil), cheguei em duas finais e neste ano comecei nem um pouco mal", lembrou o espanhol, vice-campeão de simples e duplas no Brasil Open e também foi à final de duplas no Rio Open, amargando outra derrota. 

O espanhol admitiu que a sequência de jogos durante a semana pesou um pouco, mas não foi o que acabou o levando a não vencer o título deste domingo. "Jogar praticamente duas partidas a cada dia cansa bastante e pode ser que tanto ontem quanto hoje eu me senti um pouco mais cansado e lento em alguns momentos, mas mesmo assim aguentei bem", finalizou.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series