Notícias | Dia a dia
Cheio de estrelas, Acapulco esgota os ingressos
26/02/2017 às 11h15

Nadal treina em Acapulco em busca do terceiro título no torneio

Foto: Site oficial

Acapulco (México) - Não bastassem as presenças de Rafael Nadal, Milos Raonic e Juan Martin del Potro, o ATP 500 de Acapulco ganhou um presente de última hora quando o sérvio Novak Djokovic aceitou o convite oferecido pelos organizadores. A reação do público não poderia ser outra e todos os ingressos para o torneio já estão esgotados antes mesmo de o primeiro saque ser dado.

"Foi uma grata surpresa que Djokovic tenha aceitado nosso convite", afirmou Raúl Zurutuza, diretor do tradicional torneio mexicano. "Pensamos que seria muito difícil que ele viesse. Poucos torneios de nível 500 têm um quadro tão forte", festejou. Conhecido por pagar altos cachês, Acapulco terá este ano também o croata Marin Cilic, o austríaco Dominic Thiem, o belga David Goffin e o australiano Nick Kyrgios. A premiação oficial é de US$ 1,2 milhão.

"É um quadro muito competitivo, o melhor que me recordo ter vindo a Acapulco", assinalou o próprio Nadal, em sua chegada à cidade. "É muito bom para o torneio contar com Djokovic". O canhoto espanhol, finalista do Australian Open de janeiro, buscará o terceiro título em Acapulco, ainda que os dois anteriores, em 2005 e 2013, tenham sido sobre o saibro. No total, participarão quatro ganhadores de Grand Slam: Nadal, com 14 troféus; Djokovic, com 12, além de Cilic e Del Potro.

Simultaneamente, será disputado um WTA de US$ 250 mil, mas sem tantas estrelas. A principal favorita será a russa Anastasia Pavlyuchenkova, 22ª do ranking, porém as presenças da campeã olímpica Monica Puig e da musa Eugénie Bouchard serão suficientes para chamar a atenção.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis