Notícias | Dia a dia | Rio Open
'Finais são sempre jogos especiais', afirma Thiem
25/02/2017 às 23h44

Thiem vai em busca de seu oitavo título

Foto: Fotojump

Rio de Janeiro (RJ) - Apesar dos ainda 23 anos, o austríaco Dominic Thiem já vai disputar sua 11ª final da carreira e tentará seu oitavo título neste domingo, às 17h (horário de Brasília). Seu oponente na decisão do Rio Open será o espanhol Pablo Carreño, que venceu apenas um dos cinco duelos anteriores entre os dois.

"Finais são sempre jogos especiais, ainda mais em torneios 500. Cheguei bem tarde aqui e tive que encarar uma mudança de praticamente todas as condições", declarou Thiem, que já tem sete títulos no currículo e vai em busca do primeiro na atual temporada 

"Cheguei à final sem perder um set e isso me deixa bem feliz", destacou o austríaco, que teve como última vítima o espanhol Albert Ramos. Ele começou com tudo na primeira semifinal do dia, abrindo 5/0 de cara. "É muito bom começar assim, mas é algo que não dá para planejar. O importante é sair dando 100%", afirmou.

Thiem poderia ter fechado o jogo no segundo mais cedo se não tivesse perdido a quebra de vantagem no oitavo game. "Mantive a concentração até o meio do segundo set, mas depois perdi o saque. Foi muito bom conseguir devolver a quebra logo em seguida", declarou o austríaco. 

O fato de jogar na terra batida, sua superfície favorita, ajudou em seu desempenho, mesmo com pouco tempo de adaptação vindo do sintético coberto de Roterã. "No saibro eu me sinto bem quase sempre, sabia que essa semana seria importante para mim e para minha confiança", explicou Thiem.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series