Notícias | Dia a dia | Rio Open
Melo cai e sai insatisfeito com rendimento da dupla
23/02/2017 às 22h57

Melo espera encontrar o equilíbrio da dupla

Foto: Fotojump

Rio de Janeiro (RJ) - Acabou nesta quinta-feira a campanha do mineiro Marcelo Melo e do polonês Lukasz Kubot nas duplas do Rio Open. Os cabeças de chave 2 foram derrotados na segunda rodada do torneio pelo chileno Julio Peralta e o argentino Horacio Zeballos, com duplo 6/4 anotado em 1h18 de partida.

O desempenho apresentado em quadra não deixou o ex-número 1 do mundo nas duplas contente com o que ele e Kubot mostraram. "Hoje a gente cometeu muitos erros e não conseguimos imprimir nosso jogo desde a primeira rodada. Acho que estamos ainda passando por muitos altos e baixos durante um mesmo jogo", reclamou. 

Melo deixou no ar um descontentamento com o rendimento da parceria. "Temos que ser mais equilibrados, não dá para entrar no jogo sem saber o que pode acontecer. Ainda não conseguimos encontrar esse balanço e uma parceria nova passa por isso no começo. Espero solucionar o mais rápido possível".

Duas quebras definiram a partida, uma em cada set. Melo e Kubot tiveram três break-points, mas não aproveitaram um sequer. "Não adianta a gente jogar kamikaze, com bomba para todo lado. Gosto de jogar mais sólido, mas o Lukasz é mais agressivo e precisamos encontrar um equilíbrio", analisou o mineiro. 

"Normalmente as duplas esperam até Miami para fazer uma avaliação, com vários torneios diferentes. Isso é mais do que o suficiente para saber se a dupla esta em uma constante evolução. Se jogar Miami da mesma forma que jogou na Austrália dá para ver que não tem nenhuma condição, aí necessita uma mudança", disse Marcelo.

O mineiro ainda não sabe se a dupla está perto de um bom nível. "Ainda não dá para saber, estamos evoluindo, mas como eu falei o mais importante é encontrar um padrão e jogo e assim ter bons resultados. Mesmo que eles não venham até Miami, se vemos que estamos evoluindo mantemos a parceria", finalizou.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series