Notícias | Dia a dia | Rio Open
Duplistas visitam projeto social na Rocinha
23/02/2017 às 13h43

Rio de Janeiro (RJ) - Os tenistas Artem Sitak, da Nova Zelândia, 53º do mundo, e o americano Nicholas Monroe, 50º, ambos com três títulos nível ATP cada, visitaram nesta quarta-feira, a Escola de Tênis Fabiano de Paula, projeto social de apoio do Instituto Tennis Route em parceria com a Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do Governo do Estado do Rio de Janeiro, situado no Parque Ecológico da Rocinha, comunidade do Rio de Janeiro.

Os meninos e meninas do projeto social que nasceu com o Rio Open em 2015 e completa dois anos puderam interagir e bater bola com os jogadores que disputam vaga na semifinal do maior torneio da América do Sul, o Rio Open, diante dos bicampeões, os colombianos Robert Farah e Juan Cabal. Fabiano de Paula, padrinho do projeto e que já foi um dos cinco melhores do país, acompanhou a visita e bateu bola com os duplistas e a criançada.

Não é a primeira vez que o projeto social na Rocinha recebe nomes do tênis internacional. No ano passado, John Isner, então 11º do mundo, visitou os alunos e fez a farra com a criançada.

"Sempre legal ter a presença de tenistas de nome aqui no projeto, é um incentivo para garotada seguir treinando e também no caminho correto de vida que o esporte ensina. Fico cada dia mais satisfeito e feliz de fazer parte do projeto que ajuda tantas crianças e famílias", apontou Fabiano, que disputou o quali de duplas do Rio Open ao lado de Guilherme Clezar.

A Escola Fabiano de Paula possui cerca de 90 alunos, é destinada para crianças e adolescentes carentes da comunidade entre 5 e 17 anos e os meninos e meninas de destaque ganham oportunidades de treinamento na academia Tennis Route, no Recreio dos Bandeirantes, também no Rio de Janeiro. Cerca de 450 alunos já foram atendidos no período do projeto. Cinco alunos da Escola de Tênis Fabiano de Paula foram boleiros durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

A Escola de Tênis Fabiano de Paula tem a coordenação técnica de Eduardo Duda Mattos e Guilherme Teixeira.

 

O projeto recebe doações de raquetes, roupas e acessórios através do telefone (21) 3597-2395

Comentários
Faberg
Roland Garros Series