Notícias | Dia a dia | Rio Open
Dolgopolov celebra boa fase, Ferrer lamenta derrota
21/02/2017 às 23h53

Dolgopolov venceu a sétima seguida

Foto: Fotojump

Rio de Janeiro (RJ) - Campeão do ATP 250 de Buenos Aires, o ucraniano Alexandr Dolgopolov manteve o embalo e venceu a primeira no Rio Open. Seu primeiro oponente foi o espanhol David Ferrer, mas mesmo contra um duro rival ele conseguiu ampliar a série de vitórias, marcando duplo 6/4 em 1h23 de partida.

"Não foi fácil, viajei no mesmo dia e cheguei aqui no domingo. Ontem (segunda-feira) eu treinei um pouco e fui para quadra hoje tentando dar o meu melhor. Não acho que joguei um tênis perfeito, mas fico feliz de ter vencido", observou o ucraniano. 

Dolgopolov também destacou a confiança nesta sequência de triunfos. "Quando você está vencendo vai para quadra e se sente mais confortável, principalmente em momentos como os break-points. Os pontos importantes ficam mais fáceis. Com certeza você pensa menos em quadra e isso acaba ajudando", disse.

"Quando você ganha um torneio, mesmo uma derrota é mais fácil de ser digerida", finalizou o algoz do cabeça de chave número 6. Na segunda rodada, Dolgopolov terá pela frente o argentino Horacio Zeballos, que não teve grande dificuldade para superar o compatriota Carlos Berlocq em sets diretos, com placar final 6/2 e 6/3. 

Ferrer se limitou a lamentar a derrota, principalmente os dois primeiros games de cada set, sendo quebrado em ambos. "Eu jogue muito mal esses dois games e falhei mais do que o normal. As cosias são assim, perdi na primeira em ambos e tenho que aceitar o que aconteceu. Isso me afeta apenas porque estou triste e não gosto de perder" observou o espanhol de 34 anos.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series