Notícias | Dia a dia | Rio Open
Monteiro levanta a torcida e vence de virada no Rio
21/02/2017 às 19h06

Monteiro espera pelo confronto entre Nishikori e Bellucci

Foto: Fotojump

Rio de Janeiro (RJ) - De volta ao palco onde conseguiu a maior vitória da carreira, Thiago Monteiro conseguiu uma importante virada em sua estreia no Rio Open. O cearense de 22 anos e 85º do mundo eliminou o português Gastão Elias, 86º, por 2/6, 7/6 (7-4) e 6/4 em 2h23 de partida na Quadra Guga Kuerten, a principal do Jockey Clube Brasileiro.

Há uma possibilidade de um encontro entre os dois brasileiros em melhor posição no ranking, caso o 76º colocado Thomaz Bellucci supere o top 5 japonês Kei Nishikori ainda nesta terça-feira. Tanto Bellucci quanto Nishikori são adversários inéditos na carreira de Monteiro.

Foi a nona vitória em nível ATP para Monteiro, sendo a terceira na temporada. O canhoto de Fortaleza já havia defendido os 45 pontos da surpreendente vitória sobre Jo-Wilfried Tsonga no ano passado por ter chegado às quartas de final do ATP de Buenos Aires na última semana, já que há uma diferença no calendário deste ano em relação ao de 2016.

O cearense, entretanto, evitou a perda dos 45 pontos que serão descontados na próxima segunda-feira, referentes às quartas de final alcançadas no último Brasil Open. Dessa forma ele não terá mais nada a defender nessas duas semanas que joga no Rio de Janeiro e em São Paulo e descartará apenas nove pontos de seu último resultado válido para o ranking.

Logo no primeiro game da partida, Monteiro já enfrentou dois break points e acabou perdendo o saque. Elias voltaria a quebrar dois games mais tarde e chegou a liderar por 4/0. O português cedeu apenas quatro pontos sacando em todo o set inicial, além de fazer 7 winners contra só 1 do rival.

Com melhor desempenho no saque no início da parcial seguinte, Monteiro só perdeu um ponto nos quatro primeiros games de serviço do segundo set. Elias era o mais ameaçado, por trabalhar muito com o segundo saque, mas seguiu sem enfrentar break points. Quando o set estava empatado por 4/4, Monteiro saiu de 0-30 em seu game de saque mais difícil em toda a parcial.

O cearense começou o tiebreak buscando definir os pontos com o saque ou na potência de seus golpes, enquanto o português variava com slices e subidas à rede. Perdendo por 4-3, Monteiro sustentou dois longos ralis seguidos e depois contou com uma dupla-falta e um erro do rival para empatar o jogo.

Depois de salvar três break points em seu primeiro game de saque no set decisivo, Monteiro liderou o placar pela primeira vez no jogo ao conseguir uma quebra no game seguinte. Naquele momento, Elias saiu do jogo. Pressionado também pelos torcedores, o português não criou novas oportunidades para buscar a igualdade e viu o cearense fazer a festa no Rio de Janeiro.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series