Notícias | Dia a dia
Nishikori vira e busca primeiro título em 12 meses
18/02/2017 às 20h50

Nishikori lutou quase três horas e virou o terceiro set

Foto: Arquivo

Buenos Aires (Argentina) - O todo poderoso cabeça 1 de Buenos Aires levou um tremendo susto, mas reagiu há tempo de garantir seu lugar na final do ATP 250. Mesmo sobre o saibro e com toda a torcida empurrando o veterano Carlos Berlocq, o número 5 do ranking achou forças para reagir e anotar as parciais de 4/6, 6/4 e 6/3.

Nishikori tentará encerrar jejum de exatos 12 meses de conquistas no circuito diante do ucraniano Alexandr Dolgopolov, que mais cedo jogou muito bem e eliminou o espanhol Pablo Carreño, por 7/5 e 6/2. O japonês tem 12 troféus na carreira, porém o mais recente veio em Memphis, em fevereiro de 2016. Ele já ganhou duas vezes no saibro, ambos em Barcelona, em 2014 e 2015.

Diante de 4.800 entusiasmados torcedores, Nishikori precisou novamente batalhar muito, como já havia acontecido na estreia, diante do local Diego Schwartzman. O duelo deste sábado durou nada menos que 2h43, com atuação firme de Berlocq, responsável pela eliminação do cearense Thiago Monteiro na véspera.

Berlocq teve muita dificuldade para confirmar serviços no primeiro set e chegou a salvar break-point logo no segundo game, mas foi ele quem acabou aproveitando a segunda chance de quebra com 4/4 e sacou em seguida para fechar em game longo e emocionante. Assim como aconteceu diante de Schwartzman, o japonês foi pegando ritmo aos poucos. Abriu 3/0 e 4/1 antes de ceder empate no oitavo game, mas teve paciência para aproveitar o terceiro set-point no saque do argentino.

O terceiro set foi Berlocq sair à frente, com 2/1, porém novamente não sustentou seu serviço e levou virada. Nishikori abriu 5/2 antes de salvar mais dois break-points no quinto game e por fim fechou a partida com bons serviços.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis