Notícias | Dia a dia
Monteiro tira Robredo e faz quartas pela 3ª vez
16/02/2017 às 23h38

Monteiro irá atingir melhor ranking se passar por Berlocq

Foto: Arquivo

Buenos Aires (Argentina) - O canhoto Thiago Monteiro voltou a mostrar qualidades. Diante do experiente Tommy Robredo, ex-top 10 que tenta recuperação na carreira após histórico de contusões, o cearense foi agressivo e eficiente, anotando 6/3 e 6/4, o que lhe garantiu vaga nas quartas de final do ATP 250 de Buenos Aires.

Esta será sua terceira tentativa de atingir uma semi desse nível. No ano passado, ele tirou Nicolás Almagro e parou diante de Pablo Cuevas no Brasil Open e repetiu a boa perfomance em Gstaad, quando eliminou Gilles Simon e caiu para Robin Haase.

Seu adversário desta sexta-feira será o local Carlos Berlocq, de 34 anos, que recebeu convite de última hora após as grandes atuações na Copa Davis diante da Itália. Atual 77º do ranking, Berlocq ganhou na abertura da rodada noturna do cabeça 3 David Ferrer por 6/4 e 6/2.

Como defende nesta semana os 45 pontos somandos do Rio Open no ano passado, por enquanto Monteiro apenas se mantém no atual 84º posto, quatro abaixo de sua mais alta posição, que foi o 80º lugar no final de outubro. Em caso de nova vitória, ele saltará para perto do 72º lugar e voltará a ser o brasileiro mais bem classificado, superando Thomaz Bellucci, que é agora 74º.

Monteiro perdeu logo seu primeiro game de serviço da partida, mas se recuperou em seguida no terceiro break-point que teve. O jogo se manteve equilibrado, com muitas trocas de bola. Robredo tentava explorar o backhand do cearense, que buscava sempre ser agressivo. A quebra definitiva veio no nono game e o brasileiro, com 78% dos primeiros serviços em quebra, aproveitou para fechar a série.

Sempre agressivo, Monteiro já abriu o segundo set com quebra e poderia ter ido a 3/0 se tivesse aproveitado os dois break-points. Mas ao contrário Robredo se recuperou e virou para 3/2. O brasileiro se manteve calmo, aproveitou erros do espanhol para obter nova quebra. Na hora de fechar, saiu de 0-40 e converteu no terceiro match-point, após 1h24 de batalha.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis