Notícias | Dia a dia
Becker: 'Djokovic pode passar 17 Slam de Federer'
25/12/2016 às 08h30

Becker aposta que o ex-pupilo voltará ao melhor nível

Foto: Arquivo

Belgrado (Sérvia) - Embora a parceria com o sérvio Novak Djokovic tenha acabado, o alemão Boris Becker ainda aposta no potencial do ex-pupilo. Ele tem tanta convicção na capacidade do atual número 2 do mundo que acredita que ele possa ultrapassar a marca de 17 títulos de Grand Slam de Roger Federer.

"Se ele jogar como fez nos últimos três anos e se mantiver com fome e motivado, pode fazer isso sim", afirmou Becker em entrevista para o site sérvio Alo. Djokovic soma por enquanto 12 títulos de Slam, empatado com o australiano Roy Emerson na terceira colocação e primeiro teria que dixar para trás o espanhol Rafael Nadal e o norte-americano Pete Sampras, cada um com 14. 

Becker acredita que o canhoto de Mallorca também possa superar Federer, mas vê Djokovic com maiores oportunidades. "Rafa encarou uma série de problemas físicos e por isso não ganha um Slam faz dois anos. Não podemos excluir ele também, mas entre os dois eu sou mais Novak, que vejo com mais chances", disse o alemão, que aposta na recuperação do sérvio no próximo ano.

"Não há razão alguma pela qual Novak não possa recobrar sua intensidade. Ele jogou bem no ATP Finals, batendo Nishikori (na semi) em uma das melhores partidas que ele fez sob meu comando. Contra Murray seu nível não estava conforme esperávamos, mas ele não esqueceu como jogar as grandes partidas", observou Becker. 

"Como já disse, se ele intensificar seus treinamentos acho que pode voltar ao melhor nível", finalizou o germânico, que no começo de dezembro encerrou sua parceria com Djokovic. Após o anúncio, criou-se a expectativa de quem seria o substituto de Becker, mas o sérvio não contratou ninguém e ficará com o 'guru' Pepe Imaz e o treinador Marian Vajda, que já faziam parte de seu time.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis