Notícias | Dia a dia
Técnico de Federer descarta título na Austrália
19/12/2016 às 11h08

Basileia (Suíça) - Depois de um longo período de ausência os fãs do suíço Roger Federer poderão vê-lo em ação no começo de 2017, quando ele voltará às competições. Só que para o técnico do ex-número 1 do mundo será preciso um pouco de paciência.

Em entrevista à revista Smash, o suíço Severin Luthi, que além de treinar Federer também é o capitão de seu país na Copa Davis, disse que o mais importante serão os primeiros passos e a expectativa não é de voltar às quadras já vencendo tudo. 

"Seria bobagem dizer que ele pode ganhar o Australian Open. Depois de seis meses, a primeira rodada será a mais importante", afirmou o treinador. "Ele está muito motivado e treinando bem, não podemos reclamar", complementou.

Luthi ainda falou que Federer está trabalhando sem problemas e que mostra estar 100% recuperado dos problemas que o fizeram se afastar do circuito desde Wimbledon. "Ao vê-lo de fora, não dá para perceber qualquer sinal de lesão ou qualquer coisa que tenha ficado disso", observou. 

"Tudo está ocorrendo segundo o planejamento, Roger não tem jogado tantos pontos, mas tem feito um trabalho bastante duro", finalizou o técnico de Federer. O retorno do tenista da Basileia acontecerá na Copa Hopman, na primeira semana de 2017, seguindo depois direto para o Australian Open.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva