Notícias | Dia a dia
Norte-americana reclama do ódio nas redes sociais
11/12/2016 às 20h03

Gibbs fechou o ano na 88ª colocação da WTA

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - A falta de delicadeza de muitos usuários nas redes sociais é uma questão mundial. Mesmo não sendo uma das tenistas mais conhecidas do circuito, a norte-americana Nicole Gibbs acaba também sofrendo com tal problema, mas ela não fica calada quando entra no assunto. 

Em entrevista ao Podcast da Sports Illustrated, ela reclamou das pessoas que manifestam ódio pelas redes sociais contra qualquer tipo de atleta. "Pode ser uma coisa bastante negativa para a sua cabeça. É um grande problema e tento não deixar isso me envolver, pois não vale a pena ficar dando atenção ao que escrevem certas pessoas", disse. 

Gibbs também disparou contra os torneios que são patrocinados por grandes casas de apostas, principalmente em um momento no qual tanto se fala em manipulação de resultados e em esquemas de apostadores para corromper jogadores no circuito.

"Fico incomodada quando vou jogar um grande torneio e ele é patrocinado por uma dessas grandes casas de aposta. Odeio ver sites de apostas como patrocinadores principais dos torneios", declarou a norte-americana de 23 anos, que terminou o ano na 88ª colocação no ranking, mas chegou a ser a 68ª em julho. 

"Tenho sentimentos distintos sobre 2016. Comecei muito bem e sentia que estava crescendo como jogadora, mas depois perdi um pouco a confiança que tive no início do ano. Acho que isso vai servir de lição para o futuro. Espero estar saudável e produtiva em 2017, tenho bastante otimismo em relação ao que posso fazer na próxima temporada", finalizou Gibbs.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva