fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Lukasz Kubot, Oliver Marach, Fabrice Martin, VienaCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Lukasz Kubot, Oliver Marach, Fabrice Martin, VienaCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Lukasz Kubot, Oliver Marach, Fabrice Martin, Vienatênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/melo/1030_viena_cumprimenta_kubot_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/melo/1030_viena_cumprimenta_kubot_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Melo e Kubot faturam o bicampeonato em Viena
30/10/2016 às 11h01
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/melo/1030_viena_cumprimenta_kubot_int.jpg" title="Melo chega a 22 títulos de duplas de nível ATP na carreira" />

Melo chega a 22 títulos de duplas de nível ATP na carreira

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Viena (Áustria) - Assim como fizeram no ano passado, o mineiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot conquistaram o título do ATP 500 de Viena. O bicampeonato veio neste domingo em uma vitória de virada sobre o local Olivier Marach e o francês Fabrice Martin, com parciais de 4/6, 6/3 e 13-11, após 1h42 de confronto.

Melo levanta sua terceira taça na temporada e a 22ª na carreira. Além do triunfo no torneio austríaco, o mineiro também sagrou-se campeão nos Masters 1000 de Toronto e Cincinnati, ambos ao lado do croata Ivan Dodig.

Responsáveis pela eliminação do mineiro Bruno Soares e do britânico Jamie Murray, cabeças de chave 1, nas semifinais, Martin e Marach largaram na frente na decisão e venceram o primeiro set graças a uma quebra solitária conquistada no sétimo game.

Na segunda parcial o francês e o austríaco tiveram mais trabalho para confirmar os serviços, salvaram quatro breaks no segundo game e mais um no sexto. Só que no oitavo eles não resistiram a Melo e Kubot, que precisaram de mais três chances para enfim anotar a primeira quebra. 

O mineiro e o polonês fizeram 5/3 e sacaram em seguida para empatar e levar a decisão para o match-tiebreak, que foi disputado e com chances para ambos os lados. Melo e Kubot tiveram os quatro primeiros match-points do confronto, viram Marach e Martin se recuperar e ter o seu match-point, mas na sexta oportunidade enfim selaram a virada.

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Suzana Silva
ProSpin