fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Nikoloz Basilashvili, Paolo Lorenzi, Dusan Lajovic, Gerald Melzer, KitzbuhelCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Nikoloz Basilashvili, Paolo Lorenzi, Dusan Lajovic, Gerald Melzer, KitzbuhelCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Nikoloz Basilashvili, Paolo Lorenzi, Dusan Lajovic, Gerald Melzer, Kitzbuheltênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/estrangeiros_outros/basliashvili_kitzbuhel_agradece_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/estrangeiros_outros/basliashvili_kitzbuhel_agradece_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Georgiano faz historia e disputara uma final inedita
22/07/2016 às 16h45
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/estrangeiros_outros/basliashvili_kitzbuhel_agradece_int.jpg" title="Basilashvili voltará ao top 100 em caso de título" />

Basilashvili voltará ao top 100 em caso de título

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Kitzbuhel (Áustria) - Pela primeira vez na história um atleta georgiano disputará uma final de ATP. O feito inédito caberá a Nikoloz Basilashvili, que nesta sexta-feira derrotou o sérvio Dusan Lajovic, cabeça de chave número 6, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1, garantindo um lugar na decisão do ATP 250 de Kitzbuhel. 

"Estou muito feliz e orgulhoso de mim mesmo. Trabalhei duro para isso", comemorou Basilashvili, atual 123 do mundo, que neste ano venceu dois títulos de challenger, um deles em Guangzhou e o outro em Heilbronn. "Dei 100% hoje. Foi uma partida importante, eu estava nervoso, mas acho que consegui jogar muito bem", pontuou o georgiano de 24 anos.

Seu adversário na decisão será o italiano Paolo Lorenzi, quarto pré-classificado, que na outra semifinal do dia acabou com as esperanças da torcida da casa, derrubando o austríaco Gerald Melzer em dois tiebreaks, com placar final de 7/6 (7-4) e 7/6 (15-13), depois de quase três horas de batalha. Será a primeira vez que Lorenzi e Basilashvili irão se enfrentar. 

Com a campanha até então no saibro austríaco, Basilashvili vai ganhar 12 colocações e irá para o 111º posto. Caso consiga o título em sua primeira final da carreira no circuito, ele saltará para o 95º lugar, ainda assim abaixo do melhor que já ocupou no ranking da ATP, chegando a ser o 86 do mundo em outubro do ano passado.

Do outro lado, Lorenzi também tenta um título inédito, mas ao manos já sabe o que é disputar uma final. No Brasil Open de 2014 ele foi até a decisão e acabou ficando com o vice, derrotado pelo canhoto argentino Federico Delbonis. Atual 48 do mundo, ele ocupa atualmente seu melhor ranking e vai subir um pouco mais, ganhando dois lugares se for vice e seis se for campeão.

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis
ProSpin
1xBet