fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Kei Nishikori, Fernando Verdasco, Andrey Kuznetsov, Ivan Dodig, Roland GarrosCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Kei Nishikori, Fernando Verdasco, Andrey Kuznetsov, Ivan Dodig, Roland GarrosCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Kei Nishikori, Fernando Verdasco, Andrey Kuznetsov, Ivan Dodig, Roland Garrostênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/nishikori/0525_rg_devolve_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/nishikori/0525_rg_devolve_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Nishikori vence a 60 no saibro e encara Verdasco
25/05/2016 às 09h07
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/nishikori/0525_rg_devolve_int.jpg" title="Nishikori leva a pior no retrospecto contra Verdasco" />

Nishikori leva a pior no retrospecto contra Verdasco

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - Depois de chegar à 50ª vitória em Grand Slam ao passar pela primeira rodada em Roland Garros, o japonês Kei Nishikori alcançou outra marca nesta quarta-feira, chegando ao triunfo de número 60 sobre a terra batida, que veio em sets diretos contra o russo Andrey Kuznetsov, anotando triplo 6/3, em 1h50 de confronto.

Garantido na terceira rodada no saibro de Paris, o nipônico medirá forças com o espanhol Fernando Verdasco, que teve pouco trabalho contra o croata Ivan Dodig, parceiro do mineiro Marcelo Melo, vencendo também em sets diretos e com tranquilos 6/2, 6/1 e 6/3, anotados depois de 1h43 de partida. 

Será a quarta vez que Nishikori e Verdasco irão se enfrentar no circuito e quem leva a melhor no retrospecto é o espanhol, vencendo no único embate em Grand Slam, no Australian Open de 2011, e no solitário confronto no saibro, no ATP 500 de Barcelona de 2012. O japonês descontou no último duelo entre eles, triunfando em Indian Wells, no ano passado.

Nishikori não se destacou nas preparação para Roland Garros, mas obteve resultados consistentes nos torneios anteriores. Ele foi às semifinais nos Masters 1000 de Roma e Madri e ficou com o vice-campeonato em Barcelona, onde havia levado o titulo em 2014 e 2015. 

Apesar da vitória em sets diretos, o japonês viu um Kuznetsov jogar de igual para igual, com os números mostrando equilíbrio. Nishikori levou a melhor nas bolas vencedoras (31 a 29), mas recebeu o troco nos erros não forçados (18 a 16). A principal diferença veio nos pontos importantes, com o cabeça de chave 5 aproveitando seis dos oito que teve, enquanto o russo só venceu dois em nove.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series