fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Beatriz Haddad maia, Paula Goncalves, Daniela Hantuchova, Olivia Rogowska, Lucie HradeckaCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Beatriz Haddad maia, Paula Goncalves, Daniela Hantuchova, Olivia Rogowska, Lucie HradeckaCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Beatriz Haddad maia, Paula Goncalves, Daniela Hantuchova, Olivia Rogowska, Lucie Hradeckatênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/bia/0307_curitiba_olhabola_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/bia/0307_curitiba_olhabola_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Bia e Paula disputam o quali feminino em Paris
16/05/2016 às 13h10
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/bia/0307_curitiba_olhabola_int.jpg" title="Bia irá rever algoz do ano passado em Paris" />

Bia irá rever algoz do ano passado em Paris

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - O tênis brasileiro terá duas representantes no qualificatório feminino de Roland Garros, que começa nesta terça-feira. As paulistas Beatriz Haddad Maia e Paula Gonçalves tentam inéditas vagas em uma chave principal de Grand Slam, que já tem garantida a presença da pernambucana Teliana Pereira.

Pelo segundo ano seguido, Bia Haddad irá disputar o quali em Paris. Depois de cair na rodada final na temporada passada, ela terá a oportunidade de revanche contra a australiana Olivia Rogowska, que foi sua algoz em jogo de três sets, disputado há um ano.

Será o terceiro quali de Slam para a canhota paulista que também tentou a sorte em Wimbledon no ano passado. A jogadora de 19 anos e 332ª do ranking tem um bom histórico em Paris como juvenil, chegando duas vezes seguidas à final de duplas.

Se passar por Rogowska, Bia pegaria ou a americana Jennifer Brady ou a sérvia Aleksandra Krunic. Entre as possíveis rivais em possível terceira fase do quali, estão a cabeça 7 Anna Tatishvili e a ex-top 5 eslovaca Daniela Hantuchova.

Já Paula Gonçalves vive seu melhor momento da carreira aos 25 anos, depois de chegar às quartas de final no Rio Open e à semifinal em Bogotá no início da temporada. A campineira tentará seu primeiro quali de Grand Slam e estreia contra a holandesa Richel Hogenkamp. Para a segunda fase, o nome mais cotado é o da tcheca Lucie Hradecka, ainda que a chinesa Xinyun Han seja cabeça de chave, enquanto a grega Maria Sakkari pode pintar na rodada final.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series