fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Teliana Pereira, Annika Beck, Roberta Vinci, Nuremberg, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Teliana Pereira, Annika Beck, Roberta Vinci, Nuremberg, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Teliana Pereira, Annika Beck, Roberta Vinci, Nuremberg, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/teliana/0510_roma_back_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/teliana/0510_roma_back_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Teliana enfrenta alema pela terceira vez no ano
14/05/2016 às 09h48
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/teliana/0510_roma_back_int.jpg" title="Teliana venceu Beck nos dois confrontos deste ano" />

Teliana venceu Beck nos dois confrontos deste ano

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Nuremberg (Alemanha) - Pela terceira vez na temporada, a pernambucana Teliana Pereira e a alemã Annika Beck irão se enfrentar em uma estreia. O sorteio do WTA de Nuremberg colocou as duas frente a frente mais uma vez, repetindo o que aconteceu em Rabat e Roma. Curiosamente, duas das três vitórias da número 1 do Brasil vieram contra a germânica de 22 anos.

Ao todo já foram cinco os duelos entre elas, com quatro triunfos de Teliana. Caso consiga ampliar a vantagem no retrospecto contra Beck, cabeça de chave número 3, a pernambucana terá pela frente quem passar da partida entre a tcheca Krystina Pliskova e a norte-americana Nicole Gibbs. 

Em uma eventual partida de quartas de final, Teliana pode encarar a alemã Anna-Lena Friedsam, sétima mais bem cotada ao título, ou a norte-americana Christna McHale. Nas semifinais o leque de possíveis rivais tem as alemãs Sabine Lisicki e Laura Siegemund, respectivamente quinta e segunda pré-classificadas.

O topo da chave tem a italiana Roberta Vinci como principal favorita, estreando contra uma atleta vinda do quali. Ela também enfrentará uma rival do classificatório na segunda rodada, já que cruza com a vencedora de confronto de qualis. Sua caminhada só começa a complicar nas quartas, quando pode pegar Bethanie Mattek-Sands, Irina Falconi e Misaki Doi. 

Nas semifinais, podem pintar pelo caminho nomes como o da ucraniana Lesia Tsurenko, cabeça de chave número 4, da eslovena Polona Hercog, da alemã Julia Goerges e da cazaque Yulia Putintseva, oitava mais bem cotada, que abre caminhada contra uma rival vinda do quali.

Últimas notícias
Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG
ProSpin