fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thiago Monteiro, Renzo Olivo, Carlos Berlocq, Elias Ymer, challengerCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thiago Monteiro, Renzo Olivo, Carlos Berlocq, Elias Ymer, challengerCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thiago Monteiro, Renzo Olivo, Carlos Berlocq, Elias Ymer, challengertênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/monteiro/0506_aixenprovence_prepara_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/monteiro/0506_aixenprovence_prepara_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Monteiro alcanca primeira final de challenger
07/05/2016 às 09h49
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/monteiro/0506_aixenprovence_prepara_int.jpg" title="Monteiro aguarda vencedor entre Berlocq e Ymer" />

Monteiro aguarda vencedor entre Berlocq e Ymer

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Aix en Provence (França) - Vivendo o melhor momento da carreira aos 21 anos, Thiago Monteiro alcançou sua primeira final de challenger. O canhoto cearense decide neste domingo o título do torneio de 85 mil euros de Aix en Provence, na França, que é disputado no saibro e dá 110 pontos ao campeão.

A vaga na final veio com vitória por duplo 6/3 contra o 161º colocado argentino Renzo Olivo, que havia levado a melhor nos dois encontros anteriores com Monteiro. O adversário na decisão sai do duelo de gerações entre Carlos Berlocq e Elias Ymer. O jovem sueco de 20 anos é 132º do mundo, enquanto o veterano argentino de 33 anos ocupa o 147º lugar.

Com os 65 pontos já garantidos, Monteiro certamente terá o melhor ranking da carreira. Atual 189ª lugar, o canhoto de 21 anos se aproxima dos 150 melhores do mundo, além de assegurar a posição de número 3 do Brasil ao ultrapassar Guilherme Clezar, João Souza e André Ghem. Se for campeão, irá encostar no 140º lugar e dar um salto de quase cinquenta posições.

Em típico jogo de saibro, com muitas trocas do fundo de quadra, Monteiro foi quebrado no primeiro game da partida, mas buscou a igualdade de imediato. Olivo pediu um precoce atendimento médico logo depois do terceiro game. Na volta, o argentino cometeu duas duplas-faltas e perdeu o saque. O cearense manteve a vantagem no placar sem ter o saque ameaçado até o fim do set.

Monteiro chegou a perder três break point na abertura da segunda parcial e conseguiu a viria dois games mais tarde. O canhoto de 21 anos chegou a liderar por 4/3 com apenas pontos em seu serviço durante o set, antes de salar dois break points em game longo para ficar a um game da vitória. No game seguinte, Monteiro voltaria a quebrar para garantir vaga na decisão.

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis
ProSpin
HandDry