fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Emilio Gomez, Hans Podlipnik-Castillo, Jose Hernandez, Darian King, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Emilio Gomez, Hans Podlipnik-Castillo, Jose Hernandez, Darian King, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Emilio Gomez, Hans Podlipnik-Castillo, Jose Hernandez, Darian King, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/copa_davis/emilio_gomez_equ_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/copa_davis/emilio_gomez_equ_int.jpg" />
Notícias | Copa Davis
Equador abre 2 a 0 e se aproxima de pegar Brasil
04/03/2016 às 19h09
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/copa_davis/emilio_gomez_equ_int.jpg" title="Emilio Gomez marcou um raríssimo triplo 6/0" />

Emilio Gomez marcou um raríssimo triplo 6/0

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Portoviejo (Equador) - A abertura do confronto entre Equador e Barbados pela primeira rodada do Zonal Americano I da Copa Davis praticamente definiu o primeiro adversário do Brasil na competição. Anfitriões do duelo, os equatorianos venceram as duas partidas desta sexta-feira e têm vantagem confortável para o fim de semana.

Logo na abertura do confronto, o 327º do mundo Emilio Gomez aplicou um raríssimo triplo 6/0 contra o jogador sem ranking Adam Hornby em 1h18. Logo depois, o 395º colocado Ivan Endara derrotou o principal nome do tênis Barbadiano, o 243º do mundo Darian King, por 6/1, 6/2 e 6/4 em jogo de 2h29.

Com possibilidade de definir o confronto já neste sábado, o Equador deve escalar o veterano de 33 anos Giovanni Lapentti que se juntará a Emilio Gomez, filho do campeão de Roland Garros em 1990 Andres Gomez. Já a equipe de Barbados tenta a sobrevivência na competição com Darian King e Haydn Lewis.

Caso os equatorianos confirmem o favoritismo, o Brasil jogaria em casa entre os dias 15 e 17 de julho. Por conta da proximidade com os Jogos Olímpicos e os Masters 1000 americanos de Toronto e Cincinnati, haveria a possibilidade de se jogar em quadra dura, em vez do tradicional piso de saibro saibro. Já em eventual duelo inédito contra Barbados, o Brasil seria visitante, segundo sorteio prévio realizado no ano passado.

Chile também à frente - Outra nação sul-americana que abriu 2 a 0 contra rivais do Caribe foi o Chile diante de uma República Dominicana desfalcada do ídolo local Victor Estrella Burgos. Os chilenos contaram com vitórias de Hans Castillo sobre José Olivares, por 6/1, 6/1 e 7/6 (7-4), e de Gonzalo Lama contra José Hernandez por 6/3, 7/6 (7-3) e 7/5. Quem vencer esse confronto enfrenta a Colômbia em julho.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series