fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Guido Pella, Leonardo Mayer, Michal Przysiezny, Hubert Hurkacz, Copa DavisCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Guido Pella, Leonardo Mayer, Michal Przysiezny, Hubert Hurkacz, Copa DavisCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Guido Pella, Leonardo Mayer, Michal Przysiezny, Hubert Hurkacz, Copa Davistênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/estrangeiros_outros/pella_davis_saca_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/estrangeiros_outros/pella_davis_saca_int.jpg" />
Notícias | Copa Davis
Argentina abre corredor rumo a vitória na Polonia
04/03/2016 às 16h14
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/estrangeiros_outros/pella_davis_saca_int.jpg" title="Pella anotou 15 aces em sua estreia na Copa Davis" />

Pella anotou 15 aces em sua estreia na Copa Davis

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Gdansk (Polônia) - Cidade que foi palco das primeira batalhas que levaram à Segunda Guerra Mundial, Gdansk voltou a ser protagonista de disputas, mas desta vez não as bélicas entre alemãs e poloneses e sim as esportivas entre argentinos e poloneses, os donos da casa, pela primeira rodada da Copa Davis. E mesmo antes de começar o confronto, os dois times travaram um embate pela quadra, uma vez que os sul-americanos reclamaram durante os treinos que ela era muito rápida.

As reclamações argentinas não foram acatadas pela ITF e coube aos "hermanos" responderem dentro da polêmica quadra, abrindo um firme caminho rumo à vitória logo nesta sexta-feira. Primeiro veio Guido Pella, que em sua estreia na competição fez bonito e derrubou Michal Przysiezny em sets diretos, com parciais de 6/1, 6/4 e 7/6 (7-5). Em seguida foi a vez de Leonardo Mayer bater Hubert Hurkacz também por 3 a 0, com placar final de 6/3, 7/6 (7-3) e 6/2.

O corredor polonês desta vez foi construído pelos argentinos, que não perderam um set sequer no primeiro dia da série e ficaram bem perto das quartas de final da Davis. Eles precisam apenas de mais um triunfo para garantir vaga na próxima fase, em que podem ter pela frente quem passar do duelo entre italianos e suíços.

A definição pode ver já nas duplas, no sábado, mas para isso os argentinos terão que superar o favoritismo da parceria polonesa formada por Lukasz Kubot e Marcin Matkowski, que enfrentarão Carlos Berlocq e Renzo Olivo. Caso os locais vençam a primeira, o time sul-americano terá mais duas oportunidades no domingo, a primeira com Mayer contra Przysiezny e a última com Pella contra Hurkacz.

Em seu primeiro jogo pela competição, Pella manteve o embalo que o levou até sua primeira final na ATP, ficando com o vice no Rio Open. Nas 2h03 em que ficou em quadra, ele anotou 15 aces e não teve o saque quebrado uma vez sequer na vitória sobre Przysiezny, que por sua vez perdeu o serviço três vezes, salvando outros seis break-points que enfrentou.

O segundo ponto dos "hermanos" veio com Mayer e sua décima vitória seguida na competição, uma delas na mais longa partida do torneio contra o paulista João "Feijão" Souza, pela primeira rodada do ano passado. Ele manteve sua sequência em mais um triunfo em que o saque argentino não foi quebrado, conquistado por sua vez quatro quebras nas 12 oportunidades que teve, fechando o jogo após 2h05 de confronto.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series