fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Kei Nishikori, Andy Murray, Copa Davis Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Kei Nishikori, Andy Murray, Copa Davis Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Kei Nishikori, Andy Murray, Copa Davis tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/nishikori/0302_davis_coletiva_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/nishikori/0302_davis_coletiva_int.jpg" />
Notícias | Copa Davis
Nishikori espera que Davis impulsione tênis japones
03/03/2016 às 17h55
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/nishikori/0302_davis_coletiva_int.jpg" title="Nishikori tem 16 vitórias e apenas 2 derrotas em Davis" />

Nishikori tem 16 vitórias e apenas 2 derrotas em Davis

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Birmingham (Inglaterra) - Principal nome do tênis japonês e responsável por quebrar várias barreiras em seu país, Kei Nishikori acredita que uma boa campanha na Copa Davis pode ajudar a impulsionar ainda mais o esporte na Terra do Sol Nascente.

"Eu sempre gostei de jogar a Copa Davis, porque se ganha muita experiência nela", disse Nishikori em sua chegada à cidade inglesa de Birmingham, onde os japoneses enfrentam a Grã Bretanha pela primeira rodada do Grupo Mundial em 2016.

"A Davis sempre exige mais do que circuito habitual, então eu acho que ele vai ajudar para a minha carreira também", acrescentou o número 6 do mundo, que tem 16 vitórias e apenas duas derrotas em partidas de simples pela competição.

Nishikori inicia sua campanha na Davis deste ano contra o 157º colocado britânico Daniel Evans, que entrou às pressas na equipe anfitriã e no domingo terá uma dura missão diante do número 2 do mundo Andy Murray.

A expectativa para o ídolo do tênis japonês seria repetir as quartas de final de 2014 contra Sérvia ou Cazaquistão para jogar em casa contra qualquer um dos possíveis adversários. O sexto do ranking destaca o quanto a competição tem ganhado interesse dos fãs nos últimos anos.

"Especialmente quando eu jogo no Japão, mais fãs estão vindo para assistir à Copa Davis e sinto que o tênis está cada vez maior. Fico muito feliz de ver isso e espero que eu possa trazer mais de tênis para o Japão".

O japonês ainda reconheceu que o favoritismo é do time britânico. "Estou certo de que a Grã-Bretanha tem mais chance, porque eles foram campeões da Davis no ano passado e acho que eles têm um dos melhores times, com Andy [Murray] e seu irmão [Jamie]. Não vai ser fácil para nós, mas também temos chance de vencê-los".

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series