fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcos Baghdatis, Feliciano Lopez, Stan Wawrinka Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcos Baghdatis, Feliciano Lopez, Stan Wawrinka Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcos Baghdatis, Feliciano Lopez, Stan Wawrinka tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/baghdatis/0225_dubai_back_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/baghdatis/0225_dubai_back_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Baghdatis tenta encerrar jejum de seis anos
26/02/2016 às 14h34
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/baghdatis/0225_dubai_back_int.jpg" title="Baghdatis não vence um torneio desde janeiro de 2010" />

Baghdatis não vence um torneio desde janeiro de 2010

Foto: Site Oficial
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Dubai (Emirados Árabes) - A chave aberta no ATP 500 de Dubai após a desistência de Novak Djokovic nas quartas de final, possibilitou que Marcos Baghdatis pudesse voltar a disputar um título. O cipriota de 30 anos e número 57 do mundo virou contra o canhoto espanhol Feliciano López, 24º, com parciais de 3/6, 7/6 (7-1) e 6/1 em 2h01 de partida.

Será 13ª final de ATP na carreira de Baghdatis, que não vence um torneio desde janeiro de 2010 em Sydney. Desde então, ele esteve em mais quatro decisões, sendo a última em Atlanta no ano passado.

Entretanto, a mais recente final em nível 500 ocorreu também em 2010, em Washington. O cipriota já foi 8 do mundo e finalista do Australian Open em 2006.

Para encerrar o jejum de títulos, Baghdatis terá a dura missão de derrotar o 4º no ranking Stan Wawrinka. O suíço venceu todos os cinco duelos anteriores entre os dois tenistas.

A vitória sobre López nesta sexta-feira foi a quarta em cinco confrontos contra o canhoto de 34 anos. Os dois sets iniciais foram definidos no detalhe. No primeiro, o espanhol aproveitou o único break point que teve e salvou o único que enfrentou, já no segundo houve duas quebras para cada lado antes do tiebreak.

Baghdatis não só dominou o game-desempate, como começou melhor no último set, em que quebrou outras três vezes. O cipriota ainda chegou a enfrentar um game complicado no saque, quando precisou levantar um 0-40, antes de vencer o jogo.

Últimas notícias
Comentários
Loja - livros
Suzana Silva
ProSpin