fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Pablo Cuevas, Rio Open Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Pablo Cuevas, Rio Open Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Pablo Cuevas, Rio Open tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/nadal/0220_rioopen_lamenta_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/nadal/0220_rioopen_lamenta_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Rio Open
Nadal destaca luta mas lamenta falta de conviccao
21/02/2016 às 07h00
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/nadal/0220_rioopen_lamenta_int.jpg" title="Nadal deixa a América do Sul sem títulos e sequer finais" />

Nadal deixa a América do Sul sem títulos e sequer finais

Foto: Deco Pires/Fotojump
Felipe Priante
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Rio de Janeiro (RJ) - Outra vez não deu para o espanhol Rafael Nadal no Rio Open. O campeão da primeira edição do torneio se despediu mais uma vez nas semifinais, desta vez contra o uruguaio Pablo Cuevas, e mais uma longa batalha. Assim como no ano passado, eles ficaram até tarde em quadra e levaram 3h28 até que o uruguaio saísse vitorioso, devolvendo a derrota sofrida em 2015. 

Embora descontente com o resultado negativo, o canhoto de Mallorca ressaltou que nem tudo foi por água abaixo nesta eliminação. "Apenas perdi minhas oportunidades e foi isso. Lutei até o final e acabei perdendo. Foi o mesmo em Buenos Aires e na Austrália. Tenho que trabalhar na minha dinâmica para não desperdiçar as chances", analisou o cabeça de chave número 1. 

"Quero congratular Pablo pela fina e que amanhã ele siga firme para título. Ele é um grande jogador sobre o saibro e muito perigoso. No final do segundo set e em todo o terceiro ele sacou muito bem. Lutei até o fim, mas me faltou um pouco de tranquilidade em alguns momentos e é uma pena, pois perdi match-point em Buenos Aires e aqui estive perto de ganhar este jogo", acrescentou Nadal. 

O espanhol lamentou seus vacilos em pontos estratégicos na partida, deixando claro que este fator pesou muito no resultado final. "Falta um pouco de convicção nos momentos importantes", lamentou o espanhol, que sai de sua turnê pela América do Sul não tão contente com o que fez. "Não foi uma série não tão positiva, embora cheguei a ter minhas chances nos dois torneios. É aceitar a ideia que perdei ambos nas semifinais, mas isso acontece", finalizou.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series