fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Demoliner, Thomaz Bellucci, Juan Sebastian Cabal, Robert Farah, Rio OpenCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Demoliner, Thomaz Bellucci, Juan Sebastian Cabal, Robert Farah, Rio OpenCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Demoliner, Thomaz Bellucci, Juan Sebastian Cabal, Robert Farah, Rio Opentênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/duplas/bellucci_rede_demoliner_rioopen_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/duplas/bellucci_rede_demoliner_rioopen_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Rio Open
Colombianos batem Bellucci e Demoliner na semi
20/02/2016 às 19h55
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/duplas/bellucci_rede_demoliner_rioopen_int.jpg" title="Bellucci e Demoliner vislumbram parceria no Rio 2016" />

Bellucci e Demoliner vislumbram parceria no Rio 2016

Foto: Deco Pires/Fotojump
Felipe Priante
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Rio de Janeiro (RJ) - Cabeças de chave número 2 no Rio Open, os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah fizeram valer o favoritismo na primeira semifinal de duplas e acabaram com a festa do paulista Thomaz Bellucci e do gaúcho Marcelo Demoliner em vitória por 2 sets a 0, com duplo 6/4, depois de 1h21 de confronto.

Será a segunda vez que Cabal e Farah alcançam a final no torneio, tendo levantado a taça em 2014. "É um torneio em que temos boas recordações, fomos muito bem jogando aqui", declarou Cabal. Eles enfrentam na final quem passar do duelo entre os mineiros Bruno Soares e Marcelo Melo e os espanhóis David Marrero e Pablo Carreño. "Seguramente será divertido jogar contra eles (Melo e Soares) se ganharem", pontuou Farah.

Ao analisar o confronto semifinal, os colombianos elogiaram a dupla brasileira. "Foi uma partida dura, eles estão jogando muito bem, fizeram final em Quito e a semi aqui. Nós jogamos muito bem, estávamos concentrados e focados", analisou Farah.

Prevendo um duelo com Melo e Soares na final, eles não mostraram se preocupar com o barulho da torcida. "Já jogamos aqui pela Copa Davis e o barulho for respeitoso não há problema. Sabemos que fazem muito barulho aqui, mas é assim mesmo", finalizou Cabal.

Do outro lado, os brasileiros saíram felizes com a boa campanha no Rio. "A gente vem jogando bem, fizemos final em Quito e somamos bastante pontos já. Venho evoluindo muito e estou me entrosando cada vez mais com o Thomaz. Vamos jogar mais torneios e espero ganhar vários jogos e até alguns torneios. Estamos nos conhecendo mais e o que cada um gosta de fazer", afirmou o gaúcho.

Bellucci comentou sua participação cada vez maior nos torneios de dupla. "Estamos tentando jogar mais duplas neste ano, já que no último não joguei tanto. Às vezes é difícil entrar nos torneios grandes com o meu ranking, mas agora temos conseguido. Já fizemos bons resultados e mostramos que estamos cada vez melhores", disse o paulista.

"Pode ser uma parceria olímpica sim, quem sabe. Se melhorarmos nosso ranking conseguimos entrar, mas ainda não dá", completou o canhoto de Tietê

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series