fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/brasileiros_outros/monteiro_rio_saque_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/brasileiros_outros/monteiro_rio_saque_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Rio Open
Monteiro surpreende Tsonga em dia espetacular
17/02/2016 às 16h29
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/brasileiros_outros/monteiro_rio_saque_int.jpg" title="Monteiro disputa apenas o primeiro torneio de nível ATP da carreira" />

Monteiro disputa apenas o primeiro torneio de nível ATP da carreira

Foto: João Pires
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Rio de Janeiro (RJ) - O cearense Thiago Monteiro jogou muito mais do que indica seu 338º lugar do ranking e causou incrível surpresa na primeira rodada do Rio Open, ao se tornar o primeiro brasileiro desde 2012 a derrotar um adversário de nível top 10. O canhoto de 21 anos venceu Jo-Wilfried Tsonga, cabeça 3 e nono do ranking, por 6/3, 3/6 e 6/4.

Com um nível técnico notável tanto no saque como nos golpes de base, com direito a subidas oportunas à rede, Monteiro disputa apenas o primeiro torneio ATP de sua carreira e recebeu convite, já que treina na cidade desde outubro de 2014 como membro da equipe da academia Tennis Route.

Ele volta à quadra principal nesta quinta-feira para enfrentar o perigoso uruguaio Pablo Cuevas, especialista no piso e atual número 45 do ranking. Eles jamais se cruzaram antes.

O primeiro set mostrou um Monteiro muito concentrado em todos os pontos, com saque forte e eficiente, ótima movimentação e distribuição de bolas. Ao mesmo tempo, Tsonga parecia muito desconfortável, provavelmente em função da sensação términa além dos 40 graus. Com essa combinação, o francês sofreu para confirmar o saque no terceiro e quinto games e acabou entregando o serviço no sétimo, na base de muitos erros e trabalho ruim dos pés. Monteiro confirmou facilmente para 5/3 e contou com dupla falta para fechar a série. O top 10 acertou apenas 47% do primeiro saque.

O cearense baixou a intensidade no começo do segundo set e Tsonga se animou. Fez 2/0 e 3/1, desta vez trabalhando melhor com o saque e assim com o forehand. No sexto game, Monteiro teve uma chance, porém o francês conseguiu escapar com saques na linha. Thiago voltou a ter chance no game inicial do terceiro set, abrindo 15-40, porém Tsonga já estava confiante no saque. O duelo seguiu muito parelho, o francês chegando a apelar para bolas altas, enquanto Monteiro mantinha a cabeça fria. Por fim, conseguiu a quebra e cerrou o punho. O game final foi emocionante. Perdeu um match-point, evitou um break e levantou o público com a vitória, caindo de costas ao chão para comemorar o feito.

Com os 45 pontos somados, Monteiro deverá subir para próximo do 280º posto e se aproxima assim do seu recorde pessoal, que foi o 254º. Ao mesmo tempo, embolsa US$ 17,9 mil.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series