fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thomaz Bellucci, Alexandr Dolgopolov, Rio Open Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thomaz Bellucci, Alexandr Dolgopolov, Rio Open Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thomaz Bellucci, Alexandr Dolgopolov, Rio Open tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/bellucci/0216_rioopen_coletiva_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/bellucci/0216_rioopen_coletiva_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Rio Open
Bellucci não revela problema e elogia Dolgopolov
16/02/2016 às 23h29
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/bellucci/0216_rioopen_coletiva_int.jpg" title="Bellucci perdeu de virada para Dolgopolov na estreia" />

Bellucci perdeu de virada para Dolgopolov na estreia

Foto: João Pires/Fotojump
Felipe Priante
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Rio de Janeiro (RJ) - Pelo segundo ano seguido, o paulista Thomaz Bellucci foi eliminado em sua estreia no Rio Open. Nesta terça-feira, o número 1 do Brasil até largou na frente de Alxandr Dolgopolov, mas permitiu a virada do adversário e acabou amargando mais uma derrota para o ucraniano, a quarta em quatro duelos entre eles.

Bellucci não viu um jogo ruim de sua parte e preferiu destacar a capacidade do ucraniano. "Ele jogou melhor do que eu e foi mérito dele. No terceiro ele entrou com uma proposta mais agressiva de tirar o meu tempo e isso me dificultou muito mais", analisou o canhoto de Tietê, que chegou a abrir 2/0 na última parcial, antes de perder seis games seguidos e com isso a partida.

"Comecei bem o terceiro set, conseguindo fazer um break. Ele parou de esperar e foi mais para o ataque, me machucando mais e forçando mais meu backhand. Fiz dois games bons no início, mas não consegui manter. Ele sacou melhor e eu baixei a porcentagem de primeiro serviço", acrescentou o cabeça de chave número 8 no Rio Open.

Questionado sobre o problema que teve no 4/1 do segundo set, ele preferiu não se estender e não falou qual foi o motivo que o levou a pedir atendimento médico. "Estava com um problema, mas não foi nada importante", resumiu Bellucci.

Apesar de não ter brilhando ainda em 2016, ele fez uma análise positiva do início de temporada. "O começo do ano passado foi bem parecido com o desse, acho que joguei bem os torneios, por mais que tenha perdido nas estreias. Fiz uma pré-temproada forte, mas os resultados não vieram como queria. Em Quito deixei escapar um placar que estava mais para mim e hoje também".

Sobre a paralisação pela chuva, Bellucci não demonstrou preocupação alguma com o ocorrido. "Não acho que atrapalhou muito, pelo contrario, depois eu até que joguei melhor do que nos outros dois, mas ele jogou melhor do que eu. Podia ter jogado melhor no 6/5 e ter levado para o tierbeak, mas errei duas bolas bobas de direita".

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series