fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Beatriz Haddad maia, Sorana Cirstea , Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Beatriz Haddad maia, Sorana Cirstea , Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Beatriz Haddad maia, Sorana Cirstea , tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/brasileiras_outras/paula_duplas_rio_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/brasileiras_outras/paula_duplas_rio_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Rio Open
Bia perde na estreia Paula vence nas duplas
15/02/2016 às 21h13
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/brasileiras_outras/paula_duplas_rio_int.jpg" title="Paula e americana Marand obtiveram grande reação" />

Paula e americana Marand obtiveram grande reação

Foto: João Pires
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Rio de Janeiro (RJ) - Faltou consistência e Beatriz Haddad Maia não foi além da primeira rodada no Rio Open. Ela até começou bem a partida, tirando logo o primeiro serviço da romena Sorana Cirstea, mas a partir daí caiu de produção, o saque não funcionou e ela foi facilmente batida por 6/2 e 6/1. O jogo foi interrompido por quase três horas a partir do segundo game do segundo set devido a forte temporal.

O resultado afetará diretamente o ranking de Bia, que disputa seu terceiro torneio desde a longa parada de seis meses para cirurgia no ombro direito. Ela defendia 60 pontos pelas quartas de final alcançadas no ano passado e assim deve deixar o atual 228º posto e ir para perto do 270º lugar. Ela buscará recuperação numa série de torneios de US$ 25 mil que iniciação em São Paulo já na próxima semana.

Cirstea já foi 21ª do ranking e também sofreu interrupção na carreira para operar o ombro direito. Aos 25 anos, disputa seu terceiro torneio seguido no Brasil e, com um título na Riviera, voltou a figurar entre as top 200. Sua próxima adversária será a eslovena Polona Hercog, cabeça 5.

Na chave de duplas, uma importante vitória de Paula Gonçalves. Ao lado da norte-americana Sanaz Marand, a paulista superou a parceria formada pela
israelense Julia Glushko e a sueca Rebecca Peterson, numa incrível virada. Depois de perder o primeiro set e sair de 1/4 no segundo, elas anotaram as parciais de 4/6, 6/4 e 10-7.

Já a convidada Carol Alves e a canadense Heidi el Tabakh foram eliminadas pela neozelandesa Marina Erakovic e a espanhola Silvia Soler, por duplo 6/2.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series