fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thomaz Bellucci, Joao Souza, Thiago Monteiro, Rafael Nadal, Jo-Wilfried TsongaCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thomaz Bellucci, Joao Souza, Thiago Monteiro, Rafael Nadal, Jo-Wilfried TsongaCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thomaz Bellucci, Joao Souza, Thiago Monteiro, Rafael Nadal, Jo-Wilfried Tsongatênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/bellucci/0204_quito_prepara_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/bellucci/0204_quito_prepara_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Rio Open
Brasileiros não dao sorte na chave do Rio Open
13/02/2016 às 18h55
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/bellucci/0204_quito_prepara_int.jpg" title="Bellucci tem estreia difícil e possível duelo com Nadal" />

Bellucci tem estreia difícil e possível duelo com Nadal

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Rio de Janeiro (RJ) - Os três brasileiros que conseguiram vaga direta na chave principal do ATP 500 do Rio conheceram seus primeiros adversários nesta tarde de sábado, mas têm pouco motivo para festejar o sorteio. Thomaz Bellucci, João Souza e Thiago Monteiro terão adversários difíceis pela frente.

Bellucci, que acaba de retornar ao top 30 com o vice de Quito, terá de encarar novamente o ucraniano Alexandr Dolgopolov, para quem perdeu em Miami do ano passado e na estreia de Sydney de 40 dias atrás, ambas por 2 sets a 0.

Em caso de vitória sobre o atual 31º do ranking, Bellucci enfrentará o espanhol Inigo Cervantes ou um tenista do qualificatório. Se atingir as quartas, pode cruzar com o espanhol Rafael Nadal, cabela 1.

Monteiro terá missão ainda mais difícil. O convidado terá pela frente nada menos que o número 9 do ranking Jo-Wilfried Tsonga. O setor está duro. Quem vencer, deve cruzar com o uruguaio Pablo Cuevas.

Feijão terá o perigosíssimo argentino Diego Schwartzmann na primeira partida e ainda sofre a pressão de ter de defender os 90 pontos conquistados no ano passado no Jockey. Se vencer, outro páreo duro: o austríaco Dominic Thiem, finalista em Buenos Aires, ou o espanhol Pablo Andujar.

"Jogamos algumas vezes contra. Ele é um cara novo, que vem crescendo no circuito, mas nunca ganhei dele. Com a torcida ao meu lado, é uma boa primeira rodada. Eu o conheço bem e qualquer jogo aqui na chave seria duro", analisou o paulista de Mogi das Cruzes.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series