fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Pablo Carreno Busta, Quito Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Pablo Carreno Busta, Quito Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Pablo Carreno Busta, Quito tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/rogerinho/0201_quito_back_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/rogerinho/0201_quito_back_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Rogerinho cai na estreia em Quito contra favorito
01/02/2016 às 15h37
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/rogerinho/0201_quito_back_int.jpg" title="Rogerinho é um dos três brasileiros na chave de simples" />

Rogerinho é um dos três brasileiros na chave de simples

Foto: Site Oficial
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Quito (Equador) - Não deu para o paulista Rogério Silva no ATP 250 de Quito. Em sua estreia no saibro equatoriano, nesta segunda-feira, ele teve pela frente o espanhol Pablo Carreño, que fez valer a condição de cabeça de chave número 8 e levou a melhor sobre o brasileiro em sets diretos, com o placar final de 6/3 e 6/1, em apenas 57 minutos.

Esta foi a terceira vez que eles se enfrentam pelo circuito, a primeira em um ATP. Os outros dois embates aconteceram em challengers, o primeiro deles no quali de Alessandria, em 2010, e o outro nas oitavas de final em Braunschweig, no ano passado, ambos vencidos por Carreño, que pela primeira vez não levou o espanhol ao terceiro set.

O próximo adversário de Carreño ainda não está definido e a única coisa que ele sabe é que terá pela frente um compatriota. O oitavo favorito espera a definição do vencedor do duelo 100% espanhol envolvendo Pere Riba, que joga graças ao ranking protegido, e Iñigo Cervantes.

Além de Rogerinho, outros dois brasileiros estão na chave de simples da competição. O paulista João "Feijão" Souza furou o quali e abre sua campanha contra o argentino Facundo Arguello, ao passo que o também paulista Thomaz Bellucci, terceiro pré-classificado, sai adiantado e aguarda quem vencer o duelo entre o espanhol Albert Montañes e o eslovaco Josef Kovalik.

Rogerinho não conseguiu trabalhar bem com o saque, colocou apenas 52% das primeiras bolas em quadra e acabou faturando apenas metade dos pontos de serviço. Por causa disso, ele amargou quatro quebras em seis breaks cedidos para Carreño, que terminou o jogo com 58 pontos contra 35 do brasileiro.

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis
ProSpin
HandDry