fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Martina Hingis, Sania Mirza , Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Martina Hingis, Sania Mirza , Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Martina Hingis, Sania Mirza , tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/hingis/0129_ausopen_trofeu_mirza_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/hingis/0129_ausopen_trofeu_mirza_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Australian Open
Para Hingis confianca em Mirza fez a diferenca
29/01/2016 às 16h06
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/hingis/0129_ausopen_trofeu_mirza_int.jpg" title="Hingis e Mirza estão invictas há 36 partidas" />

Hingis e Mirza estão invictas há 36 partidas

Foto: Site Oficial
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Melbourne (Austrália) - Agora com três títulos de Grand Slam ao lado de Sania Mirza, Martina Hingis destaca a confiança que sente em sua parceira de duplas nos momentos decisivos das partidas. "Mesmo que nem sempre a gente jogue nosso melhor tênis, encontramos um caminho, especialmente nos tiebreaks".

A final de duplas femininas do Australian Open foi muito equilibrada, com vitória das líderes do ranking por 7/6 (7-1) e 6/3 contra as tchecas Andrea Hlavackova e Lucie Hradecka, com 14 quebras de serviço. "Às vezes tínhamos quedas de rendimento. Mas estávamos sempre lá para a outra. Nós realmente confiamos habilidades uma da outra quando realmente conta. Acho que isso fez a diferença hoje".

Outro ponto destacado pela suíça é o fato de as duas terem dedicação exclusiva às duplas. "Estamos realmente focadas. Essa é a nossa força, porque podemos treinar juntas e fazemos melhor uma à outra desde o início, quando nós jogamos nossos primeiros torneios, em Indian Wells e Miami".

Hingis e Mirza estão invictas há 36 jogos, desde o Premier de Cincinnati em agosto. Elas já venceram 12 torneios juntas, incluindo os três últimos Grand Slam. Só em 2016, já são três títulos. "Como eu disse, o nosso conto de fadas continua. É incrível que desde que fomos campeãs de Wimbledon nós só perdemos mais duas partidas".

"Ainda temos espaço para melhorar. Nosso relacionamento também ficou mais forte. Ela é uma das jogadoras mais difíceis de enfrentar, com seus golpes do fundo de quadra e as devoluções que são realmente incríveis. O forehand é um dos melhores do mundo, talvez só a Serena possa bater tão forte na bola.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series