fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
James Ward, Aljaz Bedene, Andy Murray, Kyle Edmund, Daniel EvansCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
James Ward, Aljaz Bedene, Andy Murray, Kyle Edmund, Daniel EvansCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
James Ward, Aljaz Bedene, Andy Murray, Kyle Edmund, Daniel Evanstênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/estrangeiros_outros/ward_davis_fore_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/estrangeiros_outros/ward_davis_fore_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Ward volta ao time da Davis, Bedene e Evans fora
17/11/2015 às 17h55
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/estrangeiros_outros/ward_davis_fore_int.jpg" title="Ward não esteve na semi contra Austrália" />

Ward não esteve na semi contra Austrália

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Londres (Inglaterra) - A terça-feira foi de definições para equipe britânica que disputará a final da Copa Davis contra a Bélgica, fora de casa e no saibro, entre os dias 27 e 29 de novembro. O capitão Leon Smith promoveu a volta de James Ward e teve a confirmação por parte da ITF que não poderá contar com Aljaz Bedene.

O time será liderado pelo número 2 do mundo Andy Murray, que tem 25 vitórias e apenas 2 derrotas em simples na Davis e venceu os seis jogos que fez no ano. Se for campeão vencendo as duas partidas de simples, Murray será apenas o sétimo homem a vencer as oito partidas de Davis que fez na rota para o título. Isso não acontece desde 1984 com o sueco Henrik Sundstrom.

James Ward, 155º do mundo, não esteve na semifinal contra a Austrália em setembro e vivia uma sequência ruim no circuito, mas se recuperou com duas boas campanhas em challengers na Índia e também jogou dois torneios sul-americanos no saibro, sob supervisão de Smith. O jogador de 28 anos tem 10 vitórias e 9 derrotas em Davis, e chegou a vencer John Isner, em março, com 15/13 no quinto set.

Quem aproveitou o desempenho na terra batida e ganhou espaço na equipe foi o jovem de 20 anos Kyle Edmund, que foi campeão em Buenos Aires e entrou no top 100. O atual 99º colocado teve duas convocações, mas nunca jogou uma Davis. As opções para as duplas são de Jamie Murray e Dominic Inglot, ambos de 29 anos, mas a chance de Andy Murray também atuar no sábado é considerável.

Uma das baixas da equipe é a de Bedene, 45º colocado, e que em tese seria o número 2 britânico. Nascido na Eslovênia, o tenista de 26 anos obteve cidadania britânica em março, mas está impedido de jogar a Davis porque já defendeu seu país de origem em três partidas entre 2010 e 2012. Houve uma mudança recente na regra que impede que um atleta defenda dois países.

Bedene vive há seis anos na Grã-Bretanha e fez um apelo à ITF para que pudesse jogar. Ele alegava que seu processo de cidadania já estava em andamento quando houve a mudança na regra, mas o julgamento do caso ficou para 2016. A Lawn Tennis Association (LTA) publicou uma nota que lamentou o ocorrido e apoia a decisão do tenista.

Quem também não estará na equipe é Daniel Evans, de 25 ano e 185º colocado. Tal como Edmund, Evans vinha da conquista de um challenger no fim de semana, mas nas quadras duras e cobertas de Knoxville, nos Estados Unidos. Ele tem 14 jogos de Davis no currículo e chegou a ser escalado para as semifinais contra a Austrália em setembro.

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis
ProSpin
HandDry