fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, ATP Finals, Chris Kermode Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, ATP Finals, Chris Kermode Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, ATP Finals, Chris Kermode tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/djokovic/1115_finals_trofeu_numero1_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/djokovic/1115_finals_trofeu_numero1_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Djokovic recebe troféu de nº 1 pelo quarto ano
15/11/2015 às 15h46
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/djokovic/1115_finals_trofeu_numero1_int.jpg" title="Sérvio soma 10 títulos na melhor temporada da carreira" />

Sérvio soma 10 títulos na melhor temporada da carreira

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Londres (Inglaterra) - Depois de uma estreia tranquila no ATP Finals, o sérvio Novak Djokovic permaneceu em quadra para receber uma cerimônia neste domingo. Como já em a liderança do ranking até o final do ano – e também pelos primeiros meses de 2016 – ele recebeu das mãos do presidente da ATP, Chris Kermode, o troféu de número 1 ao final da temporada.

Esta é a quarta vez em cinco anos que Djokovic termina como número 1 – 2011-12 e 2014-15. “Sem dúvida, foi a melhor temporada e o melhor ano da minha vida”, afirmou o sérvio. “Tenho tido resultados muito consistentes, o tênis é individual, mas minha equipe tem grande parcela (de mérito) nisso”.

Aos 28 anos, o atleta de Belgrado é o sexto jogador a terminar ao menos quatro temporadas no topo, igualando Ivan Lendl e John McEnroe. O recorde pertence ao norte-americano Pete Sampras, que liderou em seis ocasiões. O suíço Roger Federer e o norte-americano Jimmy Connors estão empatados na segunda posição, com cinco anos.

Em 2015, Djokovic tem um retrospecto de 79-5 – até este domingo – e levantou 10 troféus em 14 decisões, que disputou de maneira consecutiva. É a sexta vez em oito anos que ele ultrapassa a marca de 70 triunfos em um ano.

Os troféus na temporada foram em três Grand Slam (Australian Open, Wimbledon e US Open), em seis Masters 1000, um feito inédito (Indian Wells, Miami, Monte Carlo, Roma, Xangai e Paris) e em um ATP 500 (Pequim).

O sérvio apareceu como número 1 pela primeira vez no dia 4 de julho de 2011, perdeu a posição um ano depois, mas recuperou em outubro de 2012. Seu terceiro reinado vem de maneira consecutiva desde 7 de julho de 2014.

Últimas notícias
Comentários