fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Ivan Dodig, ATP Finals Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Ivan Dodig, ATP Finals Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Ivan Dodig, ATP Finals tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/melo/1108_paris_comemora_chao_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/melo/1108_paris_comemora_chao_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Melo mira liderança também ao lado de Dodig
15/11/2015 às 15h04
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/melo/1108_paris_comemora_chao_int.jpg" title="Dupla vem do título do Masters 1000 de Paris" />

Dupla vem do título do Masters 1000 de Paris

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Londres (Inglaterra) - Título de Grand Slam, liderança do ranking, seis conquistas no ano e uma invencibilidade de 16 jogos. Para Marcelo Melo, ainda há um objetivo a ser alcançado no último torneio da temporada.

O mineiro de 32 anos, que lidera o ranking individual de duplas, tem chance de terminar 2015 no topo também da lista das parcerias, ao lado do croata Ivan Dodig. Para isso, ele se apoia na ótima fase e nos resultados que já tiveram no ATP Finals.

“É um torneio que nós jogamos bem. É a nossa terceira vez, estamos em ótima forma depois de ganhar Paris. Espero que a gente continue do mesmo jeito para terminar o ano como a dupla número 1”, disse Melo.

A parceria, que aparece na 3ª colocação no ranking, foi semifinalista do Finals em 2013 e decidiu o título em 2014, caindo para os irmãos Bob e Mike Bryan. Sem jogar com Melo na semana que ele garantiu a liderança, Dodig enalteceu o feito do parceiro.

“Esta é a nossa melhor temporada”, afirmou o croata. “Tínhamos algumas metas juntos que alcançamos e estou muito feliz por ver Melo bater os Bryan (no ranking) depois de tantos anos. É um torneio que vamos tentar aproveitar e terminar o ano da melhor maneira. Temos experiência dos dois últimos anos, o que é bom para nós”.

Melo e Dodig têm quatro títulos juntos, o maior deles em Roland Garros, e vêm da conquista do Masters 1000 de Paris. O croata de 30 anos, 4º nas duplas e 103º em simples, explica o sucesso da parceria.

“Somos jogadores diferentes. Marcelo é um ótimo jogador na rede, o que ajuda muito. Eu tenho muitas outras coisas que trago dos jogos de simples. Se você combina isso, somos um bom time. E, antes de tudo, somos grandes amigos.

No Finals de Londres, quatro duplas têm chance de terminar o ano na liderança. Cada vitória na fase de grupos rende 200 pontos e o título de maneira invicta dá 1.500 pontos (saiba mais). Melo/Dodig estreia nesta segunda-feira. Veja as parcerias que estão na briga pelo número 1.

1. Bob Bryan/Mike Bryan (EUA) – 6.465 pontos

2. Jean-Julien Rojer (HOL)/Horia Tecau (ROM) – 6.400 pontos

3. Marcelo Melo (BRA)/Ivan Dodig (CRO) – 6.140 pontos

4. Jamie Murray (GBR)/John Peers (AUS) – 5.835 pontos (após vitória na estreia)

Últimas notícias
Comentários