fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Fernando Romboli, Caio Zampieri, Jose Pereira, Ricardo Hocevar, Alexandre TsuchiyaCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Fernando Romboli, Caio Zampieri, Jose Pereira, Ricardo Hocevar, Alexandre TsuchiyaCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Fernando Romboli, Caio Zampieri, Jose Pereira, Ricardo Hocevar, Alexandre Tsuchiyatênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/brasileiros_outros/zampieri_campos_olhabola_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/brasileiros_outros/zampieri_campos_olhabola_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Zampieri vira e decide em Campos contra Romboli
14/11/2015 às 15h26
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/brasileiros_outros/zampieri_campos_olhabola_int.jpg" title="Zampieri joga pelo 4º título na temporada" />

Zampieri joga pelo 4º título na temporada

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Campos do Jordão (SP) - A final nacional do Grand Prix Brasil de Tênis será entre o carioca Fernando Romboli e o paulista Caio Zampieri, neste domingo. Os cabeças de chave 2 e 3 estão invictos em decisões na temporada e buscam mais um título no currículo, no future com premiação de US$ 15 mil, disputado nas quadras duras do Campos do Jordão Tênis Clube.

Romboli, 309º do mundo, foi o primeiro a entrar em quadra neste sábado e salvou os quatro break points que enfrentou para derrotar o paulista Ricardo Hocevar, 594º, por 6/4 e 6/2, em 1h12. O carioca de 26 anos tem retrospecto de 12-7 em finais de future e nesta temporada sua única decisão foi no challenger de Cali, em maio, quando saiu do quali e ficou com o título.

A vaga de Zampieri na decisão veio de maneira mais complicada diante do pernambucano José Pereira, 272º e cabeça 1. O paulista, 374º da ATP, não se encontrou no primeiro set, empatou a partida em uma parcial sem chances de quebra e virou após 1h56, com parciais de 1/6, 7/6 (7-5) e 6/4. Seu retrospecto em finais de future é de 16-5 e em junho ele faturou três títulos seguidos no saibro de Itajaí.

Zampieri, de 29 anos, levou a melhor nos dois encontros com Romboli, em semanas consecutivas em 2008, no saibro de São Leopoldo e Porto Alegre.

Com a vaga na decisão, Romboli deve voltar ao top 300 após um ano e meio, quando os pontos do torneio forem computados, em duas semanas. O campeão fatura 27 pontos, o que o levaria para perto dos 280 do mundo, e o vice soma 15 pontos. Zampieri deve saltar entre 20 posições – com o vice – e 50 posições – com o título.

Duplas - Na chave de duplas, o título ficou com Zé Pereira e o paulista Alexandre Tsuchiya, que bateram o mineiro Pedro Bernardi e o paulista Pedro Sakamoto, por 6/3 e 6/2. Foi o 14º troféu de Pereira nas duplas e o 12º de Tsuchiya. Juntos, eles já haviam faturado quatro títulos, todos em 2013.

O Grand Prix Brasil de Tênis tem o patrocínio da CPFL e apoio da Comgás e acontece através da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte do Governo do Estado de São Paulo/Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude. Conta ainda com apoio da Confederação Brasileira de Tênis, da Federação Paulista de Tênis e dos Correios. A organização é da Aprotenis. O torneio está chancelado pela Federação Internacional de Tênis.

Últimas notícias
Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva
ProSpin