fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Ivan Lendl, USTA, jovens talentos Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Ivan Lendl, USTA, jovens talentos Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Ivan Lendl, USTA, jovens talentos tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/lendl/lendl_de perfil_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/lendl/lendl_de perfil_int.jpg" />
Notícias | Outros
USTA anuncia Lendl para ajudar jovens dos EUA
13/11/2015 às 12h27
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/lendl/lendl_de perfil_int.jpg" title="" />
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Los Angeles (EUA) – Ex-número 1 do mundo e ex-técnico de Andy Murray, Ivan Lendl vai ajudar a futura geração americana a desenvolver seus talentos, informou nesta sexta-feira a USTA (United States Tennis Association), a federação americana. Lendl, de 55 anos, nascido na antiga Tchecoslováquia, é parte da equipe de profissionais que vai trabalhar com os jovens talentos dos Estados Unidos. Há mais de uma década o país não tem um campeão de Grand Slam no masculino. O último foi Andy Roddick, no US Open de 2003. 

Martin Blackman, director geral de desenvolvimento, afirmou que Lendl, Mardy Fish (ex-nº 7 do mundo) e Jill Craybas, que disputou as Olimpíadas de 2008, são parte da estratégia de usar campeões do passado e profissionais como técnicos. "Eles estiveram na segunda semana de um Grand Slam ou até ergueram o troféu e isso não tem preço", disse  Blackman. "Quando nossos jovens passam um tempo com ex-campeões, cria-se uma conexão cultural  que não pode ser subestimada.” 

O comunicado informa que Lendl começou a trabalhar com um grupo de garotos de 15 e 16 anos no campo de treino na Flórida, na semana passada.

Últimas notícias
Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva
ProSpin