fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Jose Pereira, Ricardo Hocevar, Joao Menezes, Pedro Bernardi, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Jose Pereira, Ricardo Hocevar, Joao Menezes, Pedro Bernardi, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Jose Pereira, Ricardo Hocevar, Joao Menezes, Pedro Bernardi, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/brasileiros_outros/sakamoto_back_campos_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/brasileiros_outros/sakamoto_back_campos_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Pereira confirma e faz 4as, Hocevar bate Menezes
12/11/2015 às 15h12
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/brasileiros_outros/sakamoto_back_campos_int.jpg" title="Sakamoto duela com o cabeça 1 José Pereira" />

Sakamoto duela com o cabeça 1 José Pereira

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Campos do Jordão (SP) - O complemento das oitavas de final do Grand Prix Brasil de Tênis viu vitórias de três favoritos e uma surpresa no piso duro de Campos do Jordão. Os duelos nacionais das quartas de final têm cinco cabeças de chave na briga pelo título do future com premiação de US$ 15 mil.

Número 6 do Brasil e 272 do mundo, José Pereira confirmou o favoritismo em sets diretos, mas teve trabalho. O pernambucano viu o gaúcho Eduardo Dischinger sacar para a primeira parcial e salvou um set point no tiebreak antes de marcar 7/6 (10-8) e 6/4, em 1h47.

O cabeça 1 mede forças nas quartas de final com o paulista Pedro Sakamoto, 536º da ATP e cabeça 6. Sakamoto despachou o jovem paulista Antonioni Fasano, de 17 anos, por duplo 6/2. Eles já se enfrentaram duas vezes, com uma vitória para cada lado. Quem vencer irá cruzar com Caio Zampieri ou Alex Blumenberg.

Na parte inferior da chave, um duelo de gerações viu Ricardo Hocevar frear o bom momento do mineiro João Menezes, de 18 anos, que vinha do primeiro título como profissional. O paulista de 30 anos, oitavo pré-classificado, se recuperou de quebra e salvou um set point na primeira parcial, vencendo por 7/6 (7-5) e 6/4, em 1h48.

Na maior surpresa da quinta-feira, o carioca Carlos Eduardo Severino, cabeça 4, caiu de virada para o mineiro Pedro Bernardi, com apertados 2/6, 6/3 e 7/6 (7-5). Atual 1.400º do mundo, o mineiro de 24 anos busca a primeira semifinal da carreira. O duelo com Hocevar, 594º, é inédito. O vencedor enfrenta Fernando Romboli ou Alexandre Tsuchiya.

A programção desta sexta-feira terá Hocevar x Bernardi e Tsuchiya x Romboli às 10h30, entrando em seguida Pereira x Sakamoto e Zampieri x Blumenberg. Às 15 horas, acontece a final de duplas. Bernardi e Sakomoto decidem contra Pereira e Tsuchiya. A entrada é gratuita para o público.

O Grand Prix Brasil de Tênis tem o patrocínio da CPFL e apoio da Congás e acontece através da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte do Governo do Estado de São Paulo/Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude. Conta ainda com apoio da Confederação Brasileira de Tênis, da Federação Paulista de Tênis e dos Correios. A organização é da Aprotenis. O torneio está chancelado pela Federação Internacional de Tênis.

 

Saiba mais

• Veja fotos e chaves no site oficial

Últimas notícias
Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva
ProSpin