fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thomaz Bellucci, Novak Djokovic, Teymuraz Gabashvili, Masters 1000 de Paris, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thomaz Bellucci, Novak Djokovic, Teymuraz Gabashvili, Masters 1000 de Paris, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thomaz Bellucci, Novak Djokovic, Teymuraz Gabashvili, Masters 1000 de Paris, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/bellucci/1102_paris_defende_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/bellucci/1102_paris_defende_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Bellucci destaca mental e quer padrão com Djokovic
02/11/2015 às 14h21
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/bellucci/1102_paris_defende_int.jpg" title="Canhoto fez jogos equilibrados contra nº 1 este ano" />

Canhoto fez jogos equilibrados contra nº 1 este ano

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - O paulista Thomaz Bellucci foi crítico ao analisar a sua estreia no Masters 1000 de Paris, mas ressaltou a vitória mental diante das oscilações do russo Teymuraz Gabashvili. Após marcar duplo 6/4, o canhoto já se prepara para o desafio desta terça-feira, contra o sérvio Novak Djokovic. O jogo acontece às 16h30 (horário de Brasília).

“Tecnicamente não foi um dos meus melhores jogos, mas consegui me manter firme mentalmente dentro do jogo e isso fez a diferença na partida. Ele oscilou bastante no jogo e eu aproveitei para me manter sólido”, explicou Bellucci, que anotou a terceira vitória em três confrontos contra o russo.

O resultado encerrou série de cinco derrotas e colocou o número 1 do Brasil contra o número 1 do mundo pela quinta vez. Para o desafio diante da invencibilidade de 17 jogos e 22 sets do sérvio, Bellucci se apoia nos dois duelos equilibrados que fizeram neste ano.

“Os últimos dois jogos contra ele foram bem equilibrados. Vou tentar manter o mesmo padrão de jogo que deu certo e manter a tranquilidade nos pontos cruciais. Ele não dá espaço dentro de quadra, então o negócio é jogar sólido e não deixar o nível cair em nenhum momento”, afirmou o 40º do mundo.

Djokovic é o atual bicampeão em Paris – também venceu em 2009 – e tenta fazer história no último Masters do ano. Ele pode se tornar o primeiro jogador a faturar seis Masters em uma única temporada (venceu Indian Wells, Miami, Monte Carlo, Roma e Xangai). Além disso, os dois Masters que o sérvio não ganhou, ficou com o vice (Canadá e Cincinnati) – ele não jogou em Madri.

Veja os resultados dos quatro encontros anteriores, vencidos por Djokovic.

Masters 1000 de Roma, saibro, 2010: 6/4 6/4
Masters 1000 de Madri, saibro, 2011: 4/6 6/4 6/1
Masters 1000 de Roma, saibro, 2015: 5/7 6/2 6/3
Masters 1000 do Canadá, sintético, 2015: 6/3 7/6(4)

Bellucci cai nas duplas com Troicki - Horas após a vitória em simples, Bellucci voltou à quadra para a estreia na chave de duplas, com o sérvio Viktor Troicki. A parceria inédita salvou quatro set points no nono e no décimo games do primeiro set, liderou a segunda parcial por 4/0 e teve duas chances para forçar o match-tiebreak, mas caiu por 7/5 e 7/6 (7-3) para o paquistanês Aisam-Ul-Haq Qureshi e o francês Gilles Simon. 

Últimas notícias
Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva
ProSpin