fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Guilherme Clezar, Alejandro Gonzalez, Fabricio Neis, Challenger, Rogerio SilvaCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Guilherme Clezar, Alejandro Gonzalez, Fabricio Neis, Challenger, Rogerio SilvaCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Guilherme Clezar, Alejandro Gonzalez, Fabricio Neis, Challenger, Rogerio Silvatênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/clezar/0602_mestre_fore_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/clezar/0602_mestre_fore_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Clezar abandona em Lima após dois sets em 2h
28/10/2015 às 20h18
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/clezar/0602_mestre_fore_int.jpg" title="Gaúcho sentiu problema estomacal durante a partida" />

Gaúcho sentiu problema estomacal durante a partida

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Lima (Peru) - Em sua segunda partida no challenger de US$ 50 mil sobre o saibro de Lima, o gaúcho Guilherme Clezar precisou abandonar o duelo diante do colombiano e cabeça 3 Alejandro González, 141º do ranking, após dois sets disputados. Clezar, 169º colocado, venceu o primeiro por 7/6 (com 8-6 no tiebreak) e perdeu o segundo por 6/3, deixando a quadra após 2h03 por problemas estomacais.

“Vinha fazendo um bom jogo, mas comecei a passar mal do estômago no meio do segundo set. Tentei continuar, mas não tinha condições de jogar o terceiro set. Foi uma pena”, lamentou Clezar, que espera se recuperar ainda nesta quarta-feira. “Já estou me sentindo melhor e espero estar recuperado para jogar a dupla mais tarde”.

Durante a longa disputa na capital peruana, houve apenas três quebras de serviço, sendo uma para cada lado no primeiro set e mais em favor de González já na segunda parcial. Ainda assim, o colombiano chegou a criar 13 oportunidades na partida, enquanto Clezar teve apenas duas chances, uma em cada set. O colombiano ainda liderou a contagem de aces por 13 a 9.

Por ter consiguido uma vitória em Lima, Clezar soma 7 pontos no ranking, que hoje substituem 6 de seu resultado contável mais modesto. O gaúcho só defende mais um resultado até o final do ano, mas é justamente sua maior pontuação, o vice-campeonato do Challenger Finals do ano passado rendeu 60 pontos ao jovem de 22 anos. Seu melhor ranking é 153º, alcançado em agosto.

Apesar da desistência da chave individual, Clezar tenta ficar apto para a disputa do torneio de duplas ao lado do também gaúcho Fabricio Neis. Eles estão nas quartas de final e com jogo previsto para esta quarta-feira, para enfrentar a parceria formada pelo eslovaco Andrey Martin e o chileno Hans Podlipnik-Castillo.

Rogerinho joga à noite - Também no complemento da rodada desta quarta-feira, o paulista Rogério Dutra Silva tenta manter a sequência de bons resultados. Vindo de título em Santiago, o número 2 do Brasil e 124º do ranking enfrenta às 21h (de Brasília) o jovem belga de 21 anos Kimmer Coppejans, 127º colocado.

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Suzana Silva
ProSpin