fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Maximo Gonzalez, Joao Souza Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Maximo Gonzalez, Joao Souza Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Maximo Gonzalez, Joao Souza tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/rogerio_silva/0310_poa_vibra_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/rogerio_silva/0310_poa_vibra_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Rogerinho decide no Chile e recupera o nº 2
24/10/2015 às 17h56
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/rogerio_silva/0310_poa_vibra_int.jpg" title="Rogerinho disputa sua quarta final desta temporada" />

Rogerinho disputa sua quarta final desta temporada

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Santiago (Chile) - Depois de levar a melhor no duelo nacional contra João Souza na sexta-feira, Rogério Silva não sentiu o desgaste da longa batalha e conseguiu sua vaga na final do challenger de Santiago, disputado sobre o saibro e com premiação de US$ 50 mil. Ele derrotou o experiente argentino Maximo González, por 6/3, 0/6 e 6/3.

Seu adversário deste domingo será o canhoto Horacio Zeballos, que ganhou o duelo argentino diante de Carlos Berlocq, por 7/5 e 7/6 (7-5). Ex-número 32 do ranking, Zeballos tem dois títulos de nível ATP em seu currículo, incluindo a histórica vitória sobre Rafael Nadal no saibro chileno.

Classificado no 151º posto no ranking desta semana, o paulista de 31 anos já garantiu ascensão de pelo menos 20 posições e com isso irá ultrapassar o próprio Feijão e se fixar como o segundo brasileiro mais bem classificado no ranking internacional. Caso obtenha o título, ficará bem perto da 120ª posição e começará a sonhar com vaga no Australian Open de 2016.

A partida deste sábado durou mais duas horas e teve altos e baixos constantes dos dois tenistas. Rogerinho foi muito mais regular na primeira série, mas depois viu González dominar totalmente a partida. Na série final, uma quebra permitiu que Rogerinho chegasse a 4/3 e aí ele faturou os dois games seguintes. Foi sua quarta vitória em oito duelos diante do argentino.

Esta é a quarta final de Rogerinho em torneios de nível challenger na temporada, em que sofreu com contusões e só entrou em quadra em março. ELe foi campeão em Praga e ficou com o vice em Milão e Barranquilla.

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis
ProSpin
Loja genérico