fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Copa Guga Kuerten, 14 e 16 anos, Matheus Gozzi de Queiroz, Laura Wayerbache, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Copa Guga Kuerten, 14 e 16 anos, Matheus Gozzi de Queiroz, Laura Wayerbache, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Copa Guga Kuerten, 14 e 16 anos, Matheus Gozzi de Queiroz, Laura Wayerbache, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/juvenis_brasileiras/Laura Wayerbacher_Heusi Photo_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/juvenis_brasileiras/Laura Wayerbacher_Heusi Photo_int.jpg" />
Notícias | Outros
Copa Guga: favoritos decidem os 14 masculino
17/10/2015 às 19h33
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/juvenis_brasileiras/Laura Wayerbacher_Heusi Photo_int.jpg" title="A gaúcha Laura Wayerbacher tenta terceiro título." />

A gaúcha Laura Wayerbacher tenta terceiro título.

Foto: Gabriel Heusi
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Florianópolis (SC) - Deu a lógica na fase semifinal da categoria 14 anos masculino da Copa Guga Kuerten Infanto-juvenil. Matheus Gozzi de Queiroz, de Campinas (SP), principal favorito e 21º no ranking, jogará a decisão contra o baiano Natan Rodrigues, de Salvador, cabeça número 2 e 31º no ranking. A final será realizada neste domingo, último dia de disputas da 7ª Semana Guga Kuerten, que começou no dia 8 deste mês. O campeão desta categoria ganha como prêmio uma viagem a Londres, com acompanhante, para disputar uma etapa do Le Mondial Lacoste. 

Para garantir vaga na final, Matheus Gozzi de Queiroz derrotou o também brasileiro Gustavo Heide (218º), neste sábado, sem dificuldades, com parciais de 6/1 e 6/0. Natan Rodrigues ganhou de Carlos Eduardo Oliveira, cabeça 16, por duplo 6/0. Os jogos deste sábado foram realizados nas quadras do Clube Doze de Agosto, em Jurerê Internacional. 

BAIANA ESTÁ NA FINAL PELO TERCEIRO ANO SEGUIDO 

Depois de ser vice-campeã em 2013 e 2014, a baiana Maria Barboza Menezes garantiu mais uma vez vaga na decisão da Copa Guga Kuerten Infanto-juvenil. Apesar de ainda ter 12 anos, ela disputa a categoria 14 e fará a final contra a também brasileira Thassane Abrahim. “Desta vez, espero sair daqui com o título, principalmente porque eu gosto muito de disputar a Copa Guga Kuerten”, resumiu, enquanto comemorava a vaga. 

Para ir à terceira decisão consecutiva, Maria Barboza Menezes, cabeça de chave número 1 e 14º no ranking, eliminou a conterrânea Vanessa Serrute, cabeça de chave 9, no Clube Doze de Agosto, em Jurerê Internacional, por duplo 6/0. “É fruto de muito trabalho. Eu treino de segunda a sexta-feira, pelo menos três horas por dia, entre quadra e parte física. E os resultados estão aparecendo nas competições”, destacou.

Além dos bons resultados na Semana Guga Kuerten, Maria Menezes, neste ano, foi campeã da etapa paraguaia do Circuito Cosat; foi campeã da etapa de Itajaí do Circuito dos Correios; e semifinalista do mesmo torneio, em Natal (RN). “Eu jogo tênis desde os 6 anos e o esporte me ensinou a ter responsabilidade e a me cuidar na alimentação”, salientou.

A adversária de Maria Menezes na decisão é Thassane Abrahim, quinta pré-classificada. Na semifinal, Thassane desbancou Nalanda Silva, cabeça 2 (39º). O jogo foi muito equilibrado, mas Thassane conseguiu controlar melhor o nervosismo e venceu com parciais de 7/6 (7/4) e 7/6 (8/6).

SANTISTA DEFENDE O TÍTULO NOS 16 ANOS

Luiz Eduardo Santos, cabeça de chave número 1 e 28º no ranking, entra em quadra neste domingo para tentar mais um título da Copa Guga Kuerten Infanto-juvenil. Em 2014, Luiz Eduardo, que é de Santos (SP), foi campeão na categoria 14 anos. Neste ano, Luiz Eduardo vai jogar contra o também brasileiro Gabriel Ciro, cabeça de chave 16 e 40º no ranking, para ver quem fica com o troféu de campeão. 

Na semifinal deste sábado, no Clube Doze de Agosto, em Jurerê Internacional, Luiz Eduardo venceu Lucas Dini (566º), de virada, por 6/7, 6/3 e 6/1. “Gosto muito de jogar em Florianópolis, principalmente a Copa Guga Kuerten, que tem alto nível técnico e a organização é muito boa”, avaliou.

Luiz Eduardo acumula títulos Brasil afora. No ano passado, foi campeão do Brasileirão e do Master, realizado no Costão do Santinho, e que envolveu os oito melhores da categoria. Também ganhou o torneio das federações, representando São Paulo. “Eu venho me preparando bem para as competições, com três horas dias de treinos. Se eu seguir nessa batida, acredito que vou realizar o sonho de me tornar um atleta profissional”, projetou. 

O adversário de Luiz Eduardo também teve muito trabalho para garantir sua classificação. Gabriel Ciro perdeu o primeiro set para Mateus Pucinelli de Almeida, cabeça 9 e 91º no ranking, mas reagiu e ganhou com parciais de 5/7, 6/4 e 7/5.

BRASILEIRA TENTA O TRI NOS 16 ANOS 

Eram três brasileiras e uma paraguaia na semifinal feminina dos 16 anos. Poderia acontecer uma final brasileira, mas a paraguaia não permitiu. Assim, a decisão deste domingo, último dia de competições, será entre a brasileira Laura Wayerbacher, cabeça 4 e 119º do ranking, contra a paraguaia Camila Ruiz Díaz Nuñez, cabeça 9 e 15º do ranking Cosat.Laura, gaúcha de Porto Alegre, que ainda não fez 15 anos, tem tradição de ganhar títulos na Copa Guga Kuerten. Em 2013, foi campeã na categoria 12 anos, em simples e duplas; no ano passado, novamente ganhou o título em simples e duplas, mas na categoria 14 anos; e agora está na final de simples dos 16 anos. “A Copa Guga Kuerten é um dos melhores torneios para se disputar. Vem gente de tudo que é lugar e o ambiente é bem legal”, argumentou.

Laura joga tênis desde os 6 anos, mas começou a competir aos 8. “Jogar tênis é uma das coisas mais importantes da minha vida. Divido meu tempo entre o esporte e os estudos”, revelou Laura, que cursa o 9º ano e treina de terça a domingo, cerca de três horas por dia, entre quadra e a parte física. “Eu sonho em ser profissional, só que quanto mais jogo, mais vejo o quanto é difícil subir na carreira”, alertou. 

Na semifinal envolvendo duas brasileiras, Laura Wayerbacher ganhou de Ana Paula Melilo, cabeça 7, com relativa facilidade, por 6/0 e 6/3. Melilo havia surpreendido nas quartas de final ao eliminar a cabeça de chave número 1, a brasileira Thaís Andreotti, 75º do ranking, por 6/4 e 6/1. 

E a paraguaia Camila Ruíz Díaz Nuñez, cabeça 9 e 158º no ranking, ganhou de virada, com parciais de 2/6, 6/3 e 7/5, da brasileira Isabela Oliveira Souza, cabeça 16.

As categorias 14 e 16 anos da Copa Guga Kuerten contam pontos no ranking Cosat.

Últimas notícias
Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva
ProSpin