fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andre Sa, Chris Guccione, Lucas Pouille, Benoit Paire, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andre Sa, Chris Guccione, Lucas Pouille, Benoit Paire, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andre Sa, Chris Guccione, Lucas Pouille, Benoit Paire, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/andre_sa/0502_istambul_cumprimenta_guccione_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/andre_sa/0502_istambul_cumprimenta_guccione_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Sá/Guccione vence fácil e faz quartas em Nice
18/05/2015 às 14h30
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/andre_sa/0502_istambul_cumprimenta_guccione_int.jpg" title="Mineiro e australiano avançaram em 56 minutos" />

Mineiro e australiano avançaram em 56 minutos

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Nice (França) - O mineiro André Sá e o australiano Chris Guccione tiveram uma estreia muito tranquila no ATP 250 de Nice nesta segunda-feira. Em apenas 56 minutos, a dupla marcou 6/3 e 6/2 sobre os convidados franceses Benoit Paire e Lucas Pouille e garantiu vaga nas quartas de final.

No primeiro set, Sá (56º) e Guccione (46º) criaram oito chances de quebra, aproveitaram duas e cederam apenas quatro pontos com o serviço.

Mesmo perdendo um game de saque na segunda parcial, a quebra aconteceu quando a parceria já liderava por 5/1 – e o break point também era um match point em 40-40. No game seguinte, o mineiro e o australiano voltaram a superar o game da dupla francesa e confirmaram a vitória segura.

Sá e Guccione conhecerão seus adversários nas quartas de final nesta terça-feira. Eles aguardam o norte-americano Eric Butorac e o australiano Sam Groth, cabeças de chave 3, ou a parceria argentina Guillermo Duran/Maximo Gonzalez.

A dupla vem da semifinal do ATP 250 de Istambul e disputa o quarto torneio na temporada. Sá tem o título de Buenos Aires, ao lado do finlandês Jarkko Nieminen, como melhor resultado do ano. Guccione, que tem três títulos na carreira, levantou seu último troféu em Bogotá-2014, ao lado de Groth.

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Suzana Silva
ProSpin