fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Pablo Cuevas, ATP 250 de Istambul Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Pablo Cuevas, ATP 250 de Istambul Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Pablo Cuevas, ATP 250 de Istambul tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/federer/0503_istambul_trofeu_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/federer/0503_istambul_trofeu_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Federer vê melhor atuação na final: 'Semana dura'
03/05/2015 às 20h17
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/federer/0503_istambul_trofeu_int.jpg" title="Suíço foi só elogios à edição inaugural do ATP turco" />

Suíço foi só elogios à edição inaugural do ATP turco

Foto: Site oficial
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Istambul (Turquia) - O título deste domingo em Istambul ficará marcado pelo “pioneirismo” do suíço Roger Federer no inédito torneio da história na Turquia. O número 2 do mundo avaliou que teve sua melhor atuação na decisão e se disse orgulhoso por levantar o primeiro troféu em solo turco depois de “uma semana louca”.

Idolatrado por onde passa, Federer também foi turista por alguns momentos ao longo da campanha para o título no 19º país diferente. “Foi louco, mas de um jeito bom. Espero fazer isso de novo um dia. Agora, só estou feliz por ter vencido o torneio. É sempre o melhor sentimento para um atleta, ser campeão no final de uma longa e dura semana”.

O ex-número 1 seguiu com os elogios à cidade de “divide” o mundo ocidental e o oriental. “Tive uma semana maravilhosa na Turquia, dentro e fora de quadra. Pude visitar um pouco da cidade (Istambul), encontrar muitas pessoas e curtir o apoio do público”.

Dentro de quadra, as atuações não foram as mais seguras pra Federer. Ele precisou de três sets nas quartas de final e na semifinal, diante do espanhol Daniel Gimeno e do argentino Diego Schwartzman, respectivamente. Na final, o favorito ao título também sofreu para confirmar a vitória em um longo tiebreak e precisou salvar três set points do uruguaio Pablo Cuevas. Porém, Federer saiu satisfeito com a atuação na vitória por 6/3 e 7/6 (13-11).

“Foi uma semana dura, com quatro jogos difíceis. Achei que a final foi minha melhor (atuação), fiquei muito feliz. Estou muito orgulhoso por ser o primeiro campeão desse torneio”. Esse foi o 85º troféu de Federer na carreira e o terceiro na temporada (Brisbane e Dubai).

Cuevas disputava apenas a sua quarta decisão e nunca havia perdido uma final. Para o 23º do mundo, o encontro inédito com o maior vencedor de Grand Slam servirá de aprendizado. “É difícil enfrentar Roger, não apenas pelo seu jogo, mas para ficar focado o tempo todo e não se distrair. Foi uma experiência muito boa para mim e acho que vai me ajudar no futuro”.

Os dois jogadores seguem para o Masters 1000 de Madri. O uruguaio estreia na terça-feira contra o qualifier espanhol Albert Ramos. Federer, cabeça 1, ainda espera seu adversário, que sai do jogo entre o australiano Nick Kyrgios e outro qualifier local, Daniel Gimeno, que se enfrentam apenas na terça.

Últimas notícias
Comentários
Loja - livros
Suzana Silva
ProSpin
Plakr